Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mergulhador luta para manter a calma enquanto túnel cheio de água desmorona ao seu redor

Profissional entrou no local para realizar inspeção e registrou o momento do incidente, mesmo correndo risco de morrer

Internacional|Maria Cunha*, do R7


Kai Gillet foi ao túnel fazer inspeção, e estrutura desmoronou
Kai Gillet foi ao túnel fazer inspeção, e estrutura desmoronou

Um vídeo do mergulhador profissional Kai Gillet, de 27 anos, viralizou nas redes sociais depois de ele compartilhar imagens do momento em que o túnel em que estava desabou sobre ele durante uma inspeção. 

Tudo começou quando o jovem de Brighton, cidade do Reino Unido, foi até o local para realizar uma avaliação de rotina, com o objetivo de verificar rachaduras e tijolos soltos ou qualquer dano e desgaste na estrutura, segundo o tabloide The Mirror. 

A inspeção, inicialmente, ocorreu como tinha sido planejada, até que o túnel começou a desmoronar sobre ele — e o mergulhador teve que lutar para sair de lá vivo.

"Descobrir o que você precisa fazer passo a passo e elaborar um plano para sair com segurança é muito importante", afirmou Gillet.

Publicidade

O segredo da sobrevivência do mergulhador foi manter a calma, o que fez com que ele escapasse do local cheio de água sem ferimentos. 

"Tudo aconteceu extremamente rápido. Compreensivelmente, é fácil entrar em pânico nesse tipo de situação, mas você tem que manter o foco na respiração e manter a calma", explicou o mergulhador. "Especialmente se você estiver em uma situação em que o ar é uma prioridade."

Publicidade

Como sempre filma as inspeções que faz para incluir no relatório, a câmera que Gillet levou captou tudo o que aconteceu. O jovem, então, decidiu publicar o vídeo nas redes sociais. 

Leia também

O registro viralizou no TikTok e atingiu mais de 9 milhões de visualizações, e centenas de pessoas perguntaram se ele estava bem.

Publicidade

"O vídeo ficou absolutamente louco — teve mais de 8 milhões de visualizações e continua subindo. Nunca imaginei o tipo de reação que isso causaria", disse o jovem. "Tantas pessoas me enviaram mensagens, estendendo a mão para se certificar de que estou bem, o que é adorável." 

* Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.