Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Pesquisa aponta amplo favoritismo de Liz Truss para suceder Boris Johnson em Downing Street

Ministra britânica das Relações Exteriores tem 32 pontos de vantagem sobre o rival o ex-ministro das Finanças Rishi Sunak

Internacional|Do R7

A ministra britânica das Relações Exteriores, Liz Truss
A ministra britânica das Relações Exteriores, Liz Truss A ministra britânica das Relações Exteriores, Liz Truss

A ministra britânica das Relações Exteriores, Liz Truss, é a favorita para assumir o cargo de primeira-ministra do Reino Unido, em substituição a Boris Johnson, de acordo com uma pesquisa publicada nesta quinta-feira (18).

Truss tem 32 pontos de vantagem sobre o rival na disputa, o ex-ministro das Finanças Rishi Sunak: 66% dos membros do Partido Conservador apoiam e apenas 34% pretendem votar em Sunak, de acordo com a pesquisa YouGov/Sky News que não considera os 13% que se declaram indecisos.

Há duas semanas, uma pesquisa YouGov/The Times apontava uma vantagem de 38 pontos.

Vários debates, alguns tensos, foram organizados nas últimas semanas entre os dois candidatos à sucessão de Boris Johnson, em um contexto econômico e social particularmente difícil, com inflação superior a 10% em ritmo anual e greves em vários setores devido ao colapso do poder aquisitivo da população.

Publicidade

Boris Johnson foi obrigado a renunciar em 7 de julho, depois que mais de 50 funcionários do governo pediram demissão, cansados dos escândalos e mentiras do primeiro-ministro demissionário.

Os 200 mil integrantes do Partido Conservador votam por correspondência ou online para designar quem o sucederá como líder do partido e, portanto, como chefe de Governo.

Publicidade

Quase 57% dos membros do partido (majoritariamente homens, brancos, mais velhos) afirmam que já votaram e outros 38% informaram que ainda não registraram o voto. Liz Truss, de 47 anos, à direita do partido e que se considera pupila de Margaret Thatcher, tem 37 pontos de vantagem entre os que já votaram (68% contra 31% para Sunak).

A pesquisa, que ouviu 1.089 membros do partido, mostra que os dois candidatos continuam sendo menos populares que Boris Johnson, que se estivesse na disputa eleitoral receberia 46% dos votos dos membros do partido, contra 24% para Truss e 23% para Sunak.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.