Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Presidente da China visitará Rússia na próxima semana para falar sobre cooperação

Lideres discutirão o aprofundamento da colaboração e da cooperação estratégica entre os dois países

Internacional|Do R7

Putin convidou Xi Jinping para discutir cooperação estratégica
Putin convidou Xi Jinping para discutir cooperação estratégica Putin convidou Xi Jinping para discutir cooperação estratégica

O presidente da China, Xi Jinping, viajará à Rússia na próxima semana para falar sobre a "cooperação estratégica" entre os dois países, anunciaram Pequim e Moscou nesta sexta-feira (17).

"A convite do presidente da Federação da Rússia, Vladimir Putin, o presidente Xi Jinping fará uma visita de Estado à Rússia de 20 a 22 de março", informou o ministério das Relações Exteriores da China em um comunicado.

Xi visitou a Rússia pela última vez em 2019. Putin compareceu no ano passado à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim. Os dois chefes de Estado também se encontraram em uma reunião regional de segurança em setembro do ano passado no Uzbequistão.

Os dois devem conversar na próxima semana sobre a maneira de aprofundar "cooperação estratégica", segundo um comunicado do Kremlin.

Publicidade

Xi e Putin abordarão o "aprofundamento da colaboração exaustiva e da cooperação estratégica entre Rússia e China, em particular no cenário internacional", explicou o Kremlin em um comunicado, que também cita a assinatura de "importantes documentos bilaterais".

A visita acontecerá pouco mais de um ano após o início da invasão russa da Ucrânia.

Publicidade

Leia também

A China tenta se apresentar como um Estado neutro na disputa, mas sua posição foi criticada por líderes ocidentais, que consideram que a potência asiática está apoiando Moscou de maneira tácita.

Em um documento de 12 pontos publicado no mês passado sobre a guerra da Ucrânia, a China fez um apelo por diálogo e defendeu o respeito à integridade territorial de todos os países.

Na quinta-feira, o chanceler chinês, Qin Gang, insistiu em uma conversa telefônica com o homólogo ucraniano, Dmytro Kuleba, que Kiev e Moscou devem iniciar negociações de paz "o mais rápido possível".

Boeing 737 vira hotel de luxo na Indonésia com diária de R$ 36 mil

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.