Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Trump confirma que não participará de debates presidenciais republicanos

Ex-presidente disse os americanos o conhecem bem e não há necessidade de confronto público com seus rivais 

Internacional|Do R7

Anúncio foi feito na rede
Truth Social, de Trump
Anúncio foi feito na rede Truth Social, de Trump Anúncio foi feito na rede Truth Social, de Trump

O ex-presidente Donald Trump disse, neste domingo (20), que não participará do primeiro debate presidencial republicano, marcado para esta semana, argumentando que os americanos o conhecem bem e não há necessidade de um confronto público com seus rivais pela Casa Branca.

Em uma mensagem em sua rede social, a Truth Social, Trump destacou o que chamou de um histórico enorme de sucesso como presidente e disse: "PORTANTO, NÃO PARTICIPAREI DOS DEBATES!"

O primeiro debate na corrida pela indicação presidencial republicana de 2024 está marcado para quarta-feira (23) em Milwaukee, Wisconsin.

Em sua mensagem, Trump observou as últimas pesquisas que o mostram muito à frente dos outros candidatos republicanos, incluindo uma da CBS News publicada neste domingo.

Publicidade

A pesquisa indicou que 62% dos entrevistados votariam nele, mesmo que ele tenha sido indiciado criminalmente quatro vezes este ano, inclusive por tentar subverter a democracia americana conspirando para anular as eleições de 2020 e se manter no poder, apesar de ter sido derrotado por Joe Biden.

" gallery_id="64d68a7bc012ad7552000089" url_iframe_gallery="noticias.r7.com/internacional/trump-confirma-que-nao-participara-de-debates-presidenciais-republicanos-20082023"]

Publicidade

O concorrente mais próximo de Trump na pesquisa da CBS é o governador da Flórida, Ron DeSantis, com 16% das intenções de voto. O restante dos candidatos está com percentuais de um único dígito.

Trump escreveu que DeSantis está "desabando como um pássaro doente". "O público sabe quem eu sou e o que foi um mandato presidencial bem-sucedido", disse Trump, citando questões como energia, segurança na fronteira, militar e economia.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.