Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Trump é eleito personalidade do ano pela revista Time

Polêmico bilionário deve assumir a presidência dos EUA em janeiro

Internacional|Do R7

Donald Trump comemorou a indicação
Donald Trump comemorou a indicação Donald Trump comemorou a indicação

A revista Time escolheu o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, como a personalidade do ano, segundo anunciou a revista nesta quarta-feira (7).

"É uma grande honra, significa muito", disse Trump ao programa Today, da rede NBC, em entrevista pouco após o anúncio.

A Time citou a reviravolta provocada na política norte-americana pela campanha eleitoral e a vitória do empresário de Nova York.

"É difícil medir a escala da ruptura", disse a revista, destacando a carreira eclética de Trump como magnata imobiliário e estrela de reality show antes de conquistar o mais alto cargo político do mundo.

Publicidade

— Para aqueles que acreditam que é tudo pelo melhor, a vitória de Trump representa uma aguardada repreensão a uma classe governante arrogante.

A revista informou que a lista de candidatos ao prêmio incluía a rival de Trump na eleição presidencial de 2016, a democrata Hillary Clinton, assim com o presidente turco, Tayyip Erdogan, e a cantora Beyoncé.

Publicidade

Trump volta a afirmar que construirá muro na fronteira com o México

“Brasil quebrou as pernas com a eleição do Trump”, diz professora

Publicidade

Considerado o candidato mais polêmico e improvável dos últimos anos, o magnata republicano de 70 anos surpreendeu a todos ao se eleger presidente, por seu estilo excêntrico e discurso radical, no início da campanha.

Com declarações xenófobas e sexistas, Trump atraiu eleitores ultraconservadores e desencantados com a política, mas também foi alvo de diversas críticas, escrevendo um novo capítulo na história norte-americana e do mundo.

Durante a campanha, Trump afirmou que caso seja eleito irá construir um muro na fronteira entre Estados Unidos e México e que pretende expulsar mais de 11 milhões de mexicanos que vivem em território norte-americano.

Além disso, o novo presidente dos EUA já sofreu várias acusações de abuso sexual e, por diversas vezes, demonstrou certa intolerância religiosa. Trump disse que irá proibir a entrada de muçulmanos no país porque considera que eles são um "Cavalo de Troia" do terrorismo internacional. Inclusive, cogitou o fechamento de mesquitas.

Nascido em 14 de junho de 1946, no bairro de Queens, em Nova York, Trump é o quarto dos cinco filhos do casal Fred, um construtor alemão, e Mary, dona de casa escocesa. Com um comportamento rebelde desde criança, ele agrediu um professor aos 13 anos de idade e precisou ser transferido para uma academia militar de Nova York.

A vitória de Trump pode ser considerado o ponto máximo da onda conservadora que se espalhou pelo mundo nos últimos cinco anos. Trump alcançou 276 dos votos do Colégio Eleitoral, contra 218 da democrata Hillary Clinton. Para chegar à Casa Branca, Trump precisava de, no mínimo, 270 votos dos 538 do Colégio Eleitoral.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.