Internacional Vladimir Putin convoca cerca de 150 mil pessoas para as Forças Armadas da Rússia

Vladimir Putin convoca cerca de 150 mil pessoas para as Forças Armadas da Rússia

Homens entre 18 e 27 anos serão recrutados até 15 julho; não foi especificado se esses militares serão enviados à Ucrânia

Agência EFE
Resumindo a Notícia
  • Vladimir Putin assinou decreto para convocar 147 mil pessoas para as Forças Armadas da Rússia.

  • O país recrutará jovens entre 18 e 27 anos, mas não especificou se eles serão enviados à Ucrânia.

  • A expectativa é que, em breve, a idade para serviço militar obrigatório mude para de 21 a 30 anos.

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou a convocação de milhares de militares

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou a convocação de milhares de militares

Gavriil Grigorov/Sputnik/Kremlin/EFE/EPA - 30.3.2023

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou nesta quinta-feira (30) um decreto para o recrutamento militar de 147 mil russos, de 1º de abril a 15 de julho. A ordem, publicada no portal de informação jurídica do governo russo, declara que os russos com idade entre 18 e 27 anos serão convocados.

Também está prevista a rescisão dos contratos de serviço militar daqueles cujo tempo de serviço já tenha expirado. Essa convocação contempla 12,5 mil pessoas a mais do que em 2022, quando 134,5 mil foram recrutadas.

Essa seria a última convocação para essa faixa etária, uma vez que no Legislativo do país tramita atualmente um projeto de lei que aumenta as idades mínima e máxima para o serviço militar obrigatório na Rússia — das atuais 18 a 27 anos para 21 a 30 anos.

A iniciativa foi proposta no fim de 2022 pelo ministro da Defesa russo, Sergey Shoigu, e apoiada pelo presidente Putin, e veio depois que centenas de milhares de homens russos em idade militar deixaram a Rússia desde a mobilização decretada em setembro de 2022 pelo chefe do Kremlin.

Três meses depois, um grupo de deputados liderado pelo presidente do Comitê de Defesa e Segurança, o governista Andrey Kartapolev, propôs aumentar imediatamente a faixa superior da idade militar de 27 a 30 anos e aumentar o inferior de forma escalonada entre 2024 e 2026.

Se o projeto de lei for adotado em ambas as câmaras do Parlamento russo e, subsequentemente, assinado por Putin, os recrutas russos terão idades compreendidas entre 19 e 30 anos a partir de 1º de janeiro de 2024, de 20 a 30 anos em 2025 e de 21 a 30 anos em 2026.

No entanto, aqueles que desejarem poderão fazer o serviço militar a partir dos 18 anos de idade. Além disso, os homens entre 27 e 30 anos de idade, se não tiverem cumprido o serviço sob a lei atual, poderão fazê-lo se o solicitarem.

Bakhmut tem 'desfile' de feridos em um dia normal de guerra

Últimas