Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Vulcão pode entrar em erupção no centro da Colômbia

Nível de alerta mudou de amarelo para laranja, que significa 'provável erupção em termos de dias ou semanas'

Internacional|Do R7

Vulcão Nevado del Ruiz provocou o maior desastre natural da história da Colômbia em 1985
Vulcão Nevado del Ruiz provocou o maior desastre natural da história da Colômbia em 1985 Vulcão Nevado del Ruiz provocou o maior desastre natural da história da Colômbia em 1985

O nível de alerta do vulcão Nevado del Ruiz, localizado no centro da Colômbia, mudou de amarelo para laranja devido ao aumento da probabilidade de erupção, segundo informou nesta sexta-feira o Serviço Geológico Colombiano (SGC).

"O nível de atividade do vulcão muda para nível de atividade laranja ou (II): provável erupção em termos de dias ou semanas", advertiram o SGC e a Unidade Nacional de Gestão de Risco de Desastres (Ungrd) em um comunicado conjunto.

Há dois dias, o Serviço Geológico havia alertado sobre o aumento da atividade do Nevado del Ruiz, que em 1985 provocou o maior desastre natural da história da Colômbia.

A informação desta sexta-feira acrescenta que "desde 24 de março houve um aumento significativo da atividade sísmica associada à fratura de rochas dentro do edifício vulcânico", localizado nos limites dos departamentos de Tolima e Caldas.

Publicidade

“Essa sismicidade está localizada no flanco sudoeste do vulcão a uma distância de dois a cinco quilômetros da cratera Arenas, em profundidades de entre dois e quatro quilômetros do topo do vulcão”, detalhou o comunicado.

Leia também

As autoridades destacaram "um aumento da taxa diária de ocorrência, em 28 de março com 6.500 sismos e em 29 de março com mais de 11.000 sismos", enquanto até a noite de quinta-feira foram registados mais de 9.600.

Publicidade

Com uma altitude de 5.364 metros, o Nevado del Ruiz provocou uma catástrofe em 13 de novembro de 1985, quando uma erupção e o derretimento de suas geleiras causaram uma avalanche que devastou a cidade de Armero, em Tolima, onde morreram mais de 23.000 de seus 25.000 habitantes.

O SGC explicou nesta sexta-feira que o vulcão está em processo eruptivo há cerca de 10 anos, mas todos os eventos ocorridos neste período foram de menor importância e, na maioria dos casos, sua afetação limitou-se às áreas circundantes da montanha, dependendo da direção do vento.

Por tudo o que foi exposto, “é possível que este fenômeno vulcânico continue a ocorrer sem que isso implique um maior risco”, acrescentou o comunicado. As autoridades saberão mais no decorrer da próxima semana. 

Colisão entre helicópteros militares dos EUA deixa nove mortos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.