Boletim JR 24H Duas pessoas são presas por vender dados do presidente do STF

Duas pessoas são presas por vender dados do presidente do STF

A suspeita é que os dois tenham invadido sistemas federais e vazado dados de autoridades, pessoas públicas e outras milhares de pessoas

Duas pessoas foram presas durante uma operação da Polícia Federal contra a invasão de sistemas federais e vazamento de dados de autoridades. Os presos são pai e filho e moravam em vinhedo, no interior de São Paulo. Eles não tiveram os nomes divulgados, e a suspeita é que os dois tenham invadido sistemas federais e vazado dados de autoridades, pessoas públicas e outras milhares de pessoas. Segundo a investigação, as informações eram disponibilizadas em uma plataforma de vendas na internet. Qualquer pessoa podia comprar, inclusive criminosos. Uma das vítimas que tiveram os dados vazados foi o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso. Os investigados, que tiveram quatro milhões de reais bloqueados, devem responder por invasão de dispositivo informático, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Últimas