Boletim JR 24H Justiça Federal de SP dá três dias para Janja explicar live no Dia Internacional da Mulher

Justiça Federal de SP dá três dias para Janja explicar live no Dia Internacional da Mulher

Ação movida pelo vereador Rubinho Nunes (União Brasil) acusa a primeira-dama de desvirtuar uso de veículo público

A Justiça Federal de São Paulo deu três dias para a União e a Empresa Brasil de Comunicação explicarem uma live da primeira-dama, Janja, no dia 8 de março. A ação foi encaminhada pelo vereador Rubinho Nunes (União Brasil). A live apresentada por Janja foi transmitida em comemoração do Dia Internacional da Mulher; segundo Nunes, a primeira-dama utilizou a estrutura de um veículo público de comunicação para enaltecer os feitos do marido Lula, desvirtuando as competências da emissora.

Últimas