Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ministério da Justiça abre processo contra a Enel por conta do apagão em novembro de 2022

Segundo a pasta, a penalização da empresa seria uma forma de reparar a população prejudicada

Boletim JR 24H|

O Ministério da Justiça abriu um processo contra a Enel, concessionária de energia de São Paulo, por causa do apagão em novembro do ano passado. Segundo o Ministério da Justiça, a penalização da empresa seria uma forma de reparar a população prejudicada pela falta de energia elétrica. Com o processo, a Secretaria Nacional do Consumidor, vinculada à pasta, pretende garantir que os consumidores sejam ressarcidos, em caso de interrupção de energia.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.