Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Viúva é suspeita de ser cúmplice de morte de presidente do Haiti

Martine Moise não seria a mandante do crime, mas teria conspirado com o ex-premiê do país

Boletim JR 24H|

A Justiça do Haiti acusa a viúva do presidente Jovenel Moise, morto em 2021, de ser cúmplice do crime. O juiz que investiga o caso acusou 50 pessoas, entre elas a viúva de Jovenel, Martine Moise. Ela não seria a mandante do crime, mas teria conspirado com o ex-premiê do país. Jovenel Moise foi morto a tiros quando teve a residência presidencial invadida em 2021.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.