Logo R7.com
Logo do PlayPlus
JR 24H
Publicidade

Tire suas dúvidas sobre a vacina contra a nova variante da Covid

Cidade do Rio de Janeiro iniciou a vacinação nesta terça-feira (28)

Conteúdo Exclusivo|Do R7

A XBB.1.5, é uma ramificação da variante ômicron do coronavírus (SARS-CoV-2), que é dominante no mundo atualmente. surgiu na Índia em janeiro de 2023. Os sintomas são bem similares aos da infecção comum por Covid, como dor de garganta, nariz escorrendo (coriza), dor muscular, tosse e dor de cabeça.

Para conscientizar e alertar a população sobre a importância da vacinação contra a Covid-19, o Ministério da Saúde lançou uma nova etapa do Movimento Nacional pela Vacinação, com o intuito de vacinar ao menos 70 milhões de pessoas. A primeira remessa da aquisição da vacina Covid-19 atualizada com a variante XBB.1.5 foi adquirida na primeira quinzena do mês.

Nesta terça (28), a cidade do Rio de Janeiro iniciou a vacinação contra a variante XXB da Covid-19. Nessa primeira etapa, serão vacinados idosos, de 85 anos ou mais. O Jornal da Record apresenta as principais informações sobre o novo imunizante.

Rio de Janeiro iniciou a vacinação contra a nova variante da Covid nesta terça (28)

O perfil de segurança da vacina Covid-19 monovalente XBB é conhecido pelo amplo uso em outros países, muito semelhante às versões bivalente, ainda com a vantagem de ser adaptada para a variante XBB.1.5.

Publicidade

Os imunizantes utilizados passam por um longo e rigoroso processo de qualidade antes de serem entregues à população. Eles devem substituir todas as vacinas utilizadas até o momento contra o vírus da pandemia em todo Brasil.

O esquema vacinal recomendado a partir de 1º de janeiro de 2024 pelo Ministério da Saúde indica que, para crianças de 6 meses a menores de 5 anos, a vacina foi incluída no Calendário de Vacinação. Os grupos prioritários com cinco anos de idade ou mais, por sua vez, devem receber uma dose anual ou semestral, independentemente do número de doses prévias recebidas.

Publicidade
Ministério da Saúde indica novo esquema vacinal

Por fim, pessoas com mais de cinco anos que não pertencem aos grupos prioritários poderão receber uma dose do imunizante. A pasta também reafirma que as vacinas disponíveis em postos de vacinação continuam efetivas contra as variantes que circulam pelo país.

Fontes: Ministério da Saúde.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.