JR na TV Cirurgião suspeito de provocar 42 mortes por erros médicos é preso no interior de São Paulo

Cirurgião suspeito de provocar 42 mortes por erros médicos é preso no interior de São Paulo

Além das mortes, suspeito teria deixado 114 pacientes com lesões e sequelas quando atendia no RS

Foi preso no interior de São Paulo o cirurgião João Couto Neto, suspeito de provocar a morte de 42 pacientes por erros médicos. João trabalhava em um hospital municipal de Caçapava na hora da prisão. Além das mortes, ele é suspeito de deixar 114 pacientes com lesões e sequelas em procedimentos cirúrgicos quando atendia na cidade de Novo Hamburgo (RS). A defesa do médico considera a prisão descabida e disse que vai recorrer para que ele responda ao processo em liberdade.

Últimas