Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Cyberbullying: uma em cada seis crianças são agredidas e assediadas nas redes sociais

Especialistas em crimes digitais pedem uma ação urgente das grandes empresas de tecnologia

JR na TV|

Ataques e assédios nas redes sociais afetam um em cada seis crianças e adolescentes no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. Aqui no Brasil, apesar do cyberbullying ser considerado crime, os assediadores se aproveitam da falta de regulação das redes sociais para fazer mais vítimas. Especialistas em crimes digitais entendem que as plataformas aproveitam a falta de regulamentação para se isentar de responsabilidades, e pedem uma ação urgente das grandes empresas de tecnologia, que deixam de criar mecanismos contra o cyberbullying nas redes; afinal, muitas vezes, elas lucram com as interações nas postagens.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.