Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Estudo aponta que soneca habitual diminui risco de demência e retarda envelhecimento do cérebro

Os médicos orientam que o cochilo dure até 30 minutos

JR na TV|

Um estudo científico apontou que a soneca habitual contribui para diminuir o risco de demência e pode retardar o envelhecimento do cérebro em até seis anos. Pesquisadores britânicos e uruguaios analisaram dados de 35 mil pessoas e encontraram uma relação entre tirar uma soneca e o volume do cérebro. Os médicos orientam que o cochilo dure até 30 minutos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.