Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Leandro Boldrini é condenado a 31 anos e oito meses de prisão por matar o próprio filho

O médico foi o mandante da morte, ocorrida em 2014

JR na TV|

Terminou nesta quinta-feira (23) o julgamento do médico Leandro Boldrini, na cidade de Três Passos (RS). Ele foi condenado a 31 anos e oito meses de prisão em regime fechado após ter sido apontado como o mandante da morte do próprio filho. O crime, ocorrido em abril de 2014, resultou em uma condenação por homicídio quadruplamente qualificado. Boldrini também foi condenado por falsidade ideológica, mas foi absolvido do crime de ocultação de cadáver.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.