Minas Gerais Aluna de escola pública de BH é medalha de bronze em olimpíada de matemática nos EUA

Aluna de escola pública de BH é medalha de bronze em olimpíada de matemática nos EUA

Unidade educacional da capital mineira teve dois estudantes na competição; prefeitura quer expandir participação

  • Minas Gerais | Do R7, com Record TV Minas

Prefeito e secretário receberam alunos e professor

Prefeito e secretário receberam alunos e professor

Arnon Gonçalves / R7

A mineira Anna Beatriz Marques, de 10 anos, alcançou um feito que marcou a história acadêmica dela por toda a vida. A aluna de uma escola pública municipal de Belo Horizonte ganhou medalha de bronze na 4ª Olimpíada Copernicus de Matemática, realizada na Columbia University, em Nova York, nos Estados Unidos, na última semana.

"Eu lembrei de tudo que eu tinha estudado, então a prova foi um pouquinho mais fácil. Eu fiquei muito feliz", comemorou Anna nesta segunda-feira (17).

De volta à capital mineira, a estudante foi recebida pelo prefeito, Fuad Noman (PSD), e pelo pelo secretário municipal da Educação, Charles Diniz. O chefe da pasta declarou estar muito feliz com o resultado.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp
· Compartilhe esta notícia no Telegram

"Muito mais que com os resultados, com o trabalho que é feito no dia a dia na escola pelo professor Fábio e diretores, com apoio dos pais. Vou convidá-lo para trabalhar na Secretaria [de Educação] para expandir esse projeto para toda a rede. A gente precisa expandir essa metodologia que usam na escola, porque ela faz toda a diferença", comentou o secretário.

Anna e o colega Daniel Santos da Costa, que também participou da competição, estudam na Escola Municipal Professor Cláudio Brandão, no bairro Aparecida, na região noroeste. Eles viajaram para os Estados Unidos na semana passada. Eles disputaram com cerca de 500 alunos de 30 países.

O professor de matemática Fábio Andrade Machado também acompanhou a dupla, com os pais. Foi ele quem preparou os alunos desde o início do ano. Agora, o educador pretende incentivar outros estudantes de escolas públicas da capital a encarar novas competições.

“A escola tem uma tradição em participar de olimpíadas científicas e ganhar vários prêmios. O professor sempre espera algo a mais dos alunos, mas receber uma medalha de competição internacional é uma alegria grande”, avaliou o educador.

Últimas