Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após protesto, Guarda Municipal de BH fica restrita aos quartéis

Determinação de recolhimento foi dada pelo prefeito Alexandre Kalil; segundo a prefeitura, os agentes da Guarda cobraram reajuste de 20% nos salários 

Minas Gerais|Lucas Pavanelli, do R7

Prefeito determinou que Guarda Municipal ficasse aquartelada e sem carro
Prefeito determinou que Guarda Municipal ficasse aquartelada e sem carro Prefeito determinou que Guarda Municipal ficasse aquartelada e sem carro

Depois de ameaçarem paralisar as atividades, agentes da Guarda Municipal de Belo Horizonte ficarão recolhidos aos quartéis até, pelo menos, a próxima segunda-feira (16). A decisão foi tomada pelo prefeito Alexandre Kalil, que concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira (12). 

De acordo com ele, um reajuste de 7,2% estava acertado com a categoria para o próximo ano. Mas que o sindicato da categoria pediu um aumento de 20%. 

— Por minha determinação, a Guarda está nos quartéis, sem veículos, por uma questão de segurança pública. Eu não posso que (sic) que homens armados marchem em protesto contra qualquer secretaria ou na porta da prefeitura

Uma reunião com representantes da categoria foi marcada para a próxima segunda-feira. Anteontem (10), cerca de 1.800 guardas municipais fizeram uma manifestação. Eles se concentraram na Praça da Estação, no centro da capital e, depois, seguiram para a prefeitura. 

Publicidade

Segundo alguns manifestantes, eles reivindicam alguns direitos não propostos pela prefeitura. De acordo com o presidente do Sindibel (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte), dois pedidos não foram atendidos. 

— Houve uma assembleia onde foi aprovada a proposta da prefeitura, de 7,2% divididos em duas parcelas em 2020. Mas a Guarda Municipal, além dessa pauta geral, ela tem uma pauta específica. Fundamentalmente, a inclusão da Gratificação de Desempenho Exclusiva e o adicional de risco não foram atendidas. 

Publicidade

Prefeitura destaca valorização

A Prefeitura de Belo Horizonte alega que houve valorização da categoria nos últimos três anos. De acordo com os números apresentados, os salários passaram de R$ 3.307,14 para R$ 4.680,13, uma média de 41% de aumento. E que também houve uma ampliação do plano de carreira, com média de promoção a cada seis anos. Além de um crescimento do efetivo com 500 novas vagas. 

Publicidade

Ajuda

Durante a noite, o governador Romeu Zema anunciou que solicitou à PM (Polícia Militar) apoio para atender às demandas da Guarda Municipal de Belo Horizonte. "Nossa PM está a postos e pronta para atuar", destacou em nota.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.