Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mesmo seis anos após o crime, família de policial civil envenenado segue sem respostas

Principal suspeita do crime é a mulher da vítima, que viveu com ele por cerca de cinco anos

Balanço Geral MG|

A família de um policial civil que morreu envenenado em Sabará, na Grande BH, segue sem respostas sobre o crime. Mesmo após seis anos do crime, ninguém foi preso. A principal suspeita é a mulher do policial, que viveu com ele por cerca de cinco anos.

Veja outras reportagens do Balanço Geral neste link.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.