Minas Gerais Cerca de 500 mil pessoas devem passar pela rodoviária de BH até o dia 2 de janeiro

Cerca de 500 mil pessoas devem passar pela rodoviária de BH até o dia 2 de janeiro

Mais de 32 mil passageiros passarão pelo terminal apenas nesta sexta (29); número ainda é menor se comparado a 2019

Destinos mais procurados pelos passageiros são Rio de Janeiro, Cabo Frio e São Paulo

Destinos mais procurados pelos passageiros são Rio de Janeiro, Cabo Frio e São Paulo

Divulgação/PBH

O Terminal Rodoviário de Belo Horizonte prevê um aumento considerável de embarques e desembarques até a próxima terça-feira (2). A expectativa é que cerca de 500 mil pessoas passem pela rodoviária, localizada no centro da capital mineira. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu Whatsapp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Os dias previstos de maior fluxo de passageiros e veículos é nesta sexta-feira (29) com mais de 32 mil passageiros e a próxima terça com aproximadamente 34 mil passageiros. O fluxo representa um crescimento de 6% quando comparado a 2022. 

Comparando aos dados de 2019, antes pandemia de coronavírus, o fluxo de pessoas esperado para o feriado neste ano ainda é significativamente menor: em torno de 19% a menos do que o volume registrado no mesmo período de 2019, quando mais de 611 mil passageiros passaram pelo local.

A expectativa para 2023 é de que haja 9.632 partidas (cerca de 3% a mais que em 2022 e de 25% a menos que em 2019) e 9.564 chegadas de ônibus (em torno de 4% a mais que em 2022 e 24% a menos que em 2019), além de 265.574 passageiros embarcando (cerca de 6% a mais que em 2022 e de 18% a menos que em 2019) e 232.001 pessoas desembarcando (aproximadamente 6% a mais que em 2022 e 20% a menos que em 2019).

Vanessa Costa, diretora-executiva da concessionária Terminais BH S/A, acredita que a queda, comparada a 2019, se deve ao fato dos usuários da Rodoviária estarem buscando outras alternativas, como viajar de carro, em razão de dificuldades financeiras. 

“Mesmo com o aumento da procura por passagens de ônibus, em função da alta dos preços nos bilhetes de avião, e com um registro menor de casos de Covid-19, ainda sentimos um aumento menor em relação à mesma data em 2019”, comenta a diretora.  

De acordo com Vanessa, os destinos mais procurados pelos passageiros são: Rio de Janeiro, Cabo Frio, São Paulo, São Bernardo do Campo, São José do Rio Preto, Brasília, Goiânia, Curitiba, Vitória, Guarapari, Marataízes, Serra, Recife, Prado, Feira de Santana, Porto Seguro e Salvador. Já em Minas, as cidades mais procuradas são: Divinópolis, Conselheiro Lafaiete, Governador Valadares Teófilo Otoni, Almenara, Montes Claros, região do Serro, Vale do Mucuri, do Jequitinhonha, Passos, Itajubá, Uberlândia, Uberaba, Unaí, Nanuque, Itabira, Ipatinga, João Monlevade, Itabirito e Juiz de Fora, além do Aeroporto de Confins.

Últimas