Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Chuva alaga casas de 66% dos moradores de Raposos (MG)

Prefeito da cidade localizada na Grande BH está entre os atingidos; político diz que faltam colchões para os desabrigados

Minas Gerais|Regiane Moreira, da Record TV Minas

Quase 66% dos moradores da cidade de Raposos, na região metropolitana de Belo Horizonte, precisaram deixar suas casas devido a inundações provocadas pelos temporais dos últimos dias. De acordo com levantamento da prefeitura, aproximadamente 2.000 pessoas ficaram desabrigadas, enquanto outras 9.000 foram desalojadas. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o município tem aproximadamente 16.501 habitantes.

Nível do rio das Velhas subiu nove metros
Nível do rio das Velhas subiu nove metros Nível do rio das Velhas subiu nove metros

De acordo com a Defesa Civil local, o rio das Velhas subiu nove metros. Não houve registros de feridos e nem de mortos, mas muita gente perdeu tudo o que tinha. Entre as pessoas que tiveram a casa invadida está o prefeito Sérgio Soares. “Eu sei o que minha comunidade está passando e precisando. Eu sinto na pele”, disse o político.

Depois de uma pequena trégua nesta segunda-feira, voltou a chover na cidade. Em diferentes bairros, há rastro de destruição. Uma ponte que divida o município foi tomada pela água. Moradores ficaram ilhados. O campo de futebol ficou encoberto.

De acordo com a prefeitura, 500 pessoas estão em abrigos improvisados como escolas e a própria prefeitura. Muitos desalojados e desabrigados estão em casas de parentes ou em vizinhos que moram na parte alta da cidade. O prefeito diz que faltam itens básicos. “Cesta básica e colchão, principalmente. As pessoas passaram a noite em pé, porque não tinham onde deitar”, destacou Sérgio Soares.

Publicidade

Histórico

Em janeiro de 2020, a cidade também foi fortemente atingida pelos temporais, mas os prejuízos foram menores que agora. O prefeito acredita que deve gastar R$ 10 milhões para reconstruir Raposos. Ele conta que se reuniu com o governador Romeu Zema (Novo) e pediu ajuda imediata para os desalojados e desabrigados.

Publicidade

A previsão é de mais chuva para a cidade. Por isso, diante de qualquer sinal de alerta, é preciso deixar o imóvel e chamar a Defesa Civil, alerta a prefeitura.

Grande BH

Publicidade

Outras cidades da região metropolitana também foram afetadas pelas fortes chuvas. No distrito de Honório Bicalho, em Nova Lima, as ruas formaram um rio e em alguns pontos encobriu o telhado das casas. Do alto é possível ver que a inundação alagou quase todo o distrito. Um clube campestre ficou debaixo d'água.

Um campo de futebol ficou submerso. As entradas do distrito estão bloqueadas e os acessos à região também estão comprometidos, já que na MG-030, que liga Belo Horizonte a Nova Lima, o barranco cedeu e levou junto parte da pista.

Em Santa Luzia, o cenário de destruição se repetiu. Moradores precisaram ser retirados de casa. Ruas e imóveis ficaram inundados.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.