Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Cinco membros de torcida organizada do Atlético-MG são presos após briga generalizada

Confusão ocorreu antes e depois do jogo contra o Athletico-PR; presidente e vice da organizada Galoucura estão entre os detidos

Minas Gerais|João Pedro Gruppi, da Record TV Minas

Confusão ocorreu antes e após jogo contra o Athletico-PR
Confusão ocorreu antes e após jogo contra o Athletico-PR Confusão ocorreu antes e após jogo contra o Athletico-PR

Uma confusão generalizada entre duas organizadas do Atlético Mineiro, no entorno da Arena Independência, terminou com cinco integrantes da principal torcida do clube presos, no Horto, na região Leste de Belo Horizonte, neste sábado (29). A briga começou antes da partida, mas foi contida. Os torcedores voltaram a se enfrentar após o apito final.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

De acordo com a Polícia Militar, os presos seriam membros da diretoria da Torcida Organizada Galoucura, entre eles o presidente, Josimar Junior de Souza Barros, mais conhecido como Josias, e o vice-presidente, Jorge Rodrigo de Oliveira Silva.

Publicidade

O conflito entre a Galoucura e a torcida Brigada começou antes do jogo, por volta de 20h30, na rua Pitangui, próximo ao Portão 3 do estádio. Na ocasião, se enfrentariam o time alvi-negro e o Athletico Paranaense pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. 

A Polícia Militar precisou intervir e um torcedor da Galoucura foi preso em flagrante e os outros envolvidos fugiram. Integrantes da Brigada informaram aos militares que membros da outra torcida inciaram a confusão. Já estes deram uma versão diferente, afirmando que tudo começou por questões pessoais, uma vez que a Brigada é formada por ex-integrantes da agremiação.

Publicidade

Por causa da primeira briga, as torcidas voltaram a se enfrentar no mesmo local após o término da partida. Houve corre-corre e objetos foram arremeçados. A polícia precisou intervir, usando instrumentos de menor potencial ofensivo para dispersar o tumulto.

Outros quatro membros da Galoucura foram presos. Todos exercem cargos de liderança, segundo a PM. Josias, o presidente, já foi preso por tentativa de homicídio em outra confusão, em 2022, no estádio do Mineirão, em jogo entre Brasil e Paraguai.

Publicidade

Não há registro de feridos e nem apreensões de armas. Até o momento, nenhuma das torcidas nem o clube se posicionaram sobre o ocorrido. A reportagem procurou a Polícia Civil para saber se os detidos foram encaminhados para o sistema prisional e aguarda retorno.

Mais trabalho? Confira o patrimônio bilionário de Neymar, que deve ser 'suficiente' para sustentar os filhos:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.