Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Gerdau anuncia investimento de R$ 3,2 bilhões em MG com previsão de gerar 5 mil empregos

Montante será aplicado em mineração com foco sustentável; empresa vai transferir sede de minérios e aços longos para BH

Minas Gerais|Pablo Nascimento, do R7

A Gerdau anunciou, nesta quinta-feira (15), o investimento de R$ 3,2 bilhões em Minas Gerais. O montante será aplicado entre 2023 e 2026, no setor minerário, em um projeto que tem a sustentabilidade como um dos pilares.

A companhia calcula que o investimento vai gerar 5 mil empregos no estado. Boa parte dos recursos será direcionada à ampliação da produção de minério de ferro com a mina de Miguel Burnier, distrito de Ouro Preto. A planta terá capacidade para produzir 5,5 milhões de toneladas. A operação deve começar no final de 2025.

Gustavo Werneck, CEO da empresa, detalha que a unidade será ligada à planta da cidade de Ouro Branco por meio de um mineroduto. O sistema vai ajudar na meta de redução de gases de efeito estufa, já que irá reduzir o transporte rodoviário.

“A gente encontra no estado de Minas Gerais um ambiente muito adequado para que estes investimentos ocorram. Estamos mostrando à sociedade que é possível fazer mineração sustentável. O projeto é sustentável do ponto de vista ambiental. A gente não usa mais barragens. Todo rejeito vai ser empilhado a seco”, comenta o gestor.

Publicidade

O minério produzido no novo projeto vai abastecer a produção de aço da Gerdau nas cidades mineiras de Ouro Branco, Barão de Cocais, Divinópolis e Sete Lagoas.

Outra novidade anunciada foi a transferência da sede da unidade de minérios e aços longos de São Paulo para Belo Horizonte. Minas Gerais abrange 70% da produção da companhia. Ainda não há, no entanto, data e endereço confirmados para a mudança.

Publicidade

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Os anúncio foi feito no MM Gerdau (Museu de Minas e Metais), na região centro-sul da capital mineira, na presença do governador Romeu Zema (Novo), do presidente da Fiemg (Federação das Indústrias de Minas Gerais), Flávio Roscoe, secretários do Governo de Minas e prefeitos do interior do estado.

“São empreendimentos como este que vão levar Minas Gerais ao futuro. Lembrando que toda vez que a economia cresce, a arrecadação do estado também tem um ganho”, comemorou Romeu Zema.

Durante o evento, o político também falou sobre a necessidade de iniciativas com preocupação ambiental e Gustavo Werneck revelou um interesse da Gerdau em ampliar a atuação da empresa em Minas com produtos finais. Assista no vídeo acima.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.