Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Jovens mortos em carro de luxo em SC são enterrados em MG

Sepultamentos foram acompanhados por amigos e familiares, em uma despedida que gerou comoção em toda cidade

Minas Gerais|do R7, com Anna Paula Lemos, da TV Paranaíba

Jovens se mudaram para SC há um mês
Jovens se mudaram para SC há um mês Jovens se mudaram para SC há um mês (Reprodução / Record Minas)

Os quatro jovens mortos em um BMW, na cidade de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, foram enterrados, nesta quarta-feira (03), em Minas Gerais. Todos eram mineiros, mas viviam no sul do país há um mês. A causa dos óbitos ainda é investigada.

O sepultamento de Gustavo Pereira Silveira Elias, de 24 anos, e Nikolas Kovaleski, de 16, ocorreu no cemitério de Paracatu, cidade localizada a 483 km de Belo Horizonte.

O casal Karla Aparecida dos Santos, de 19 anos, e Tiago de Lima Ribeiro, de 21, foram enterrados em Lagoa Formosa, a cerca de 288 km da capital mineira, onde vive um tio do Ribeiro.

O velório coletivo do grupo começou às 20h30, nesta quarta-feira (3), no Ginásio de Paracatu, depois de um atraso de mais de seis horas para a chegada dos corpos. Os bombeiros precisaram prestar atendimento a familiares que passaram mal.

Publicidade

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu Whatsapp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Publicidade

"O desejo neste momento é enterrá-lo dignamente e que as autoridades continuem no caso para resolver, porque está muito estranho”, defendeu Leonardo Reis, primo de Nikolas. "Eles eram muito queridos e amados. Foi um choque para Paracatu", completou Geraldo Vital, morador da cidade.

Investigação

De acordo com a polícia, a principal suspeita é que os jovens tenham morrido intoxicados. Eles foram buscar a namorada de Gustavo na rodoviária de Balneário. Assim que a mulher chegou, eles se queixaram de náuseas, dores de cabeça e afirmaram que iriam permanecer no local até que houvesse melhora.

As câmeras de segurança flagraram o momento em que Gustavo, o motorista do veículo, desce do carro com dificuldades para caminhar. Pouco tempo depois, a namorada do jovem retorna depois de um lanche e encontra os ocupantes do veículo já sem vida.

A perícia encontrou uma perfuração no cano de descarga que estaria levando o monóxido de carbono para o interior do automóvel. Um laudo pericial deve ser apresentado em até 10 dias. Em nota, o grupo BMW lamentou o incidente e disse que não há registros de casos similares no Brasil envolvendo carros do mesmo modelo originais de fábrica.

Veja mais detalhes do caso:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.