Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Justiça concede prisão domiciliar para homem que confessou matar amigo a tiros em BH

Juiz estabeleceu que réu faça uso de tornozeleira e, caso descumpra restrições de direito impostas, seja preso novamente

Minas Gerais|Do R7, com Gabrielle Assis, da Record Minas

Caso aconteceu em agosto de 2023
Caso aconteceu em agosto de 2023 Caso aconteceu em agosto de 2023 (Reprodução/Record Minas)

A Justiça de Minas Gerais concedeu prisão domiciliar ao homem, de 48 anos, suspeito de matar o amigo, de 38 anos, em agosto de 2023, em Belo Horizonte. A decisão, publicada nesta quinta-feira (15), atendeu ao pedido feito pela defesa do réu. 

Na decisão, o juiz Roberto Oliveira Araujo Silva estabeleceu que o réu faça uso de tornozeleira e, caso descumpra restrições de direito impostas, seja preso novamente. A defesa entrou com o pedido de prisão domiciliar alegando motivos de saúde como cardiopatia, a hipertensão arterial crônica, o hiperparatireoidismo e asma.

Quando solto, Ruy Gomes da Silva deverá informar o endereço no qual poderá ser encontrado. Além disso, ele também deve comunicar eventuais mudanças de endereço e comparecer a todos os atos processuais de que for intimado.

Relembre o caso

Publicidade

Vídeos gravados momentos antes do crime mostram uma discussão entre a vítima e o suspeito. Antes de cometer o assassinato, Ruy Gomes filmou Cléber Esteves fazendo ameaças de morte contra ele. Pouco depois, Ruy se aproximou do carro da vítima e disparou sete vezes. Em seguida, fugiu do local.

Segundo a PM, os dois estavam em uma boate na região centro-sul da capital quando a vítima teria se desentendido com a namorada e Ruy teria interferido na discussão do casal.

Suspeito registrou ameaças feitas pela vítima: 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.