Minas Gerais Modelo de BH fica com rosto desfigurado após reação alérgica à tinta de cabelo

Modelo de BH fica com rosto desfigurado após reação alérgica à tinta de cabelo

Jovem de 19 anos diz que já havia pintado o cabelo antes, mas nunca tinha passado mal; sintomas começaram no dia seguinte

  • Minas Gerais | Priscilla de Paula, Da Record TV Minas

Amônia presente na tinta causou a reação alérgica na modelo

Amônia presente na tinta causou a reação alérgica na modelo

Reprodução/ Redes sociais

Uma modelo de Belo Horizonte, de 19 anos, ficou com o rosto desfigurado após uma reação alérgica causada por tinta de cabelo. Luísa Kamei Fonseca estava pintando o cabelo para comemorar o aniversário.

A jovem conta que não imaginou que teria reação, por já estar acostumada a realizar o procedimento. No dia seguinte, a modelo sentiu a testa inchada e coceira no couro cabeludo. Ela lembra que dois dias depois, os sintomas pioraram ainda mais.

Um líquido passou a sair do couro cabeludo e o rosto de Luísa amanheceu inchado, a ponto da modelo não conseguir abrir os olhos. "Eu me olhava no espelho e só conseguia chorar. Me sentia um monstro", disse à reportagem.

A modelo disse que procurou atendimento médico na última segunda-feira (19). Na consulta, foi constatado que a amônia presente na tinta causou a reação alérgica. A jovem já foi medicada e está bem. Diante do susto, ela decidiu compartilhar a história nas redes sociais, nesta quarta-feira (21). "Tomei coragem para mostrar como fiquei e fazer um alerta. Não desejo para ninguém", explicou.

A dermatologista Trícia Simões explica que é importante realizar o teste de alergia antes de aplicar o produto no cabelo. De acordo com a médica, o fato da pessoa já ter utilizado uma tintura anteriormente, sem reação, não impede que ela desenvolva uma alergia em outro momento.

Quase todas as tintas de longa duração têm amônia na composição, porque o produto permite uma fixação maior e deixa a cor mais viva. O médico alergista Antônio Penido explica que apesar de estar em muitos produtos, a amônia é tóxica.

"Ela é mais tóxica do que de fato alérgica, com risco até de intoxicação mesmo. Agora a substância que dá mais alergia disparada em tintura de cabelo ela chama parafenilenodiamina, a sigla PPD. É uma substância que tem inclusive na tatuagem de henna", esclarece o especialista.

Veja mais:

Outro caso

Neste mês de dezembro, a cozinheira Islande Araújo teve uma reação alérgica por causa de um cosmético. Ela foi em um salão trançar os cabelos e a profissional usou uma pomada para fazer o penteado. Em casa, após o banho, sentiu muita ardência nos olhos. Durante 24 horas, não conseguia enxergar e precisou ser atendida às pressas por um médico.

O médico alertou a cozinheira. “Tem como reverter, mas por pouco você não perdeu a visão", conta Islande.

Na composição da pomada, estão derivados de álcool, e, segundo os médicos, o contato da substância com os olhos pode causar queimaduras na córnea e cegueira temporária.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária alerta que antes de usar qualquer produto, o consumidor deve prestar atenção no rótulo, seguir as instruções e usar apenas aqueles com registro Outra orientação é lavar as mãos logo depois da aplicação, evitar entrar na piscina e no mar. E ao tomar banho, proteger bem os olhos.

Em março deste ano, uma  outra pomada, a Omega Fix, usada para modelar os cabelos foi proibida pela Anvisa.

Últimas