Minas Gerais Motorista sem carteira que atropelou frentista é preso 

Motorista sem carteira que atropelou frentista é preso 

Vítima não estava envolvida na confusão e teve perna amputada; suspeito tem 24 passagens pela polícia e 13 ocorrências de trânsito

O suspeito de atropelar um frentista em outubro de 2020, em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi preso na última quinta-feira (17) depois de oito meses foragido. Ele foi encontrado em Carmópolis de Minas, a 125 quilômetros da capital, e estava trabalhando como vigia em uma cooperativa de caminhoneiros.

Atropelamento foi flagrado por câmeras de segurança

Atropelamento foi flagrado por câmeras de segurança

Reprodução / Record TV Minas

Alan Kardec Gomes da Cruz, de 30 anos, tem 24 passagens pela polícia desde quando era menor de idade. DEssas, sete são por tráfico de drogas. Mesmo sem carteira de habilitação, o homem tem 13 ocorrências de trânsito. O suspeito ainda tem histórico de agressão contra a própria mulher, grávida de seis meses, além de porte de arma e receptação.

O caso

Em outubro de 2020, Alan teria iniciado uma briga com um caixa do posto de combustíveis em Santa Luzia, que se recusou a abastecer o carro do suspeito fiado. Durante a discussão, o acusado teria pegado um bastão de madeira com pregos do veículo para tentar atingir o caixa.

Em seguida, Alan teria entrado no veículo e tentado atropelar o rapaz, mas acabou atropelando o frentista do posto, que não tinha envolvimento na briga. O suspeito teria fugido do local sem prestar socorro. A vítima, Vanderlei dos Santos, de 46 anos, trabalhava no local a cerca de um ano e teve a perna amputada.

De acordo com a delegada do caso, atualmente o frentista está com depressão e não tem dinheiro para pagar uma prótese.

Últimas