Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mulher é presa, suspeita de envenenar o marido em MG 

Ela não acionou hospital, bombeiros nem equipe de segurança e disse que o marido passava mal com frequência

Minas Gerais|Kauê Miranda*, da Record TV Minas

Vítima chegou a ligar para esposa quando começou a passar mal
Vítima chegou a ligar para esposa quando começou a passar mal Vítima chegou a ligar para esposa quando começou a passar mal

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira (18), uma mulher acusada de ter envenenado o marido, no dia 11 de fevereiro, em Itabirito, a 58 km de Belo Horizonte. A suspeita, de 28 anos, foi detida no local onde trabalha, em Betim, região metropolitana da capital mineira.

Segundo a polícia, a mulher já havia envenenado o marido, de 38 anos, diversas vezes, e ele já tinha sido internado em estado grave. O casal tinha união estável e morava em Betim. 

No dia do crime, a vítima iria visitar os pais no município de Ponte Nova, a 180 km de Belo Horizonte, mas passou mal no caminho. O homem chegou a ligar para a companheira para pedir ajuda, mas não resistiu. De acordo com as investigações, ele foi encontrado com sinais de envenenamento.

“A vítima estava com o corpo contorcido, tinha feito as necessidades fisiológicas no carro, estava pálida, e a boca, com espuma”, afirmou o delegado Marcelo Teotônio.

Publicidade

Uma atitude chamou a atenção da polícia: a suspeita não acionou hospital, bombeiros nem equipe de segurança. Ela preferiu se deslocar até o local e encontrou o marido já sem vida. Em depoimento, a mulher afirmou que o esposo passava mal com frequência e que tentou ir até o lugar para prestar auxílio.

A suspeita foi detida por homicídio qualificado com uso de veneno. O Poder Judiciário autorizou a prisão preventiva dela, solicitada pela Polícia Civil.

*Estagiário sob supervisão de Antônio Paulo 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.