Minas Gerais Polícia prende mãe e padrasto de menina que morreu sob suspeita de maus-tratos em MG

Polícia prende mãe e padrasto de menina que morreu sob suspeita de maus-tratos em MG

Expectativa é que velório e sepultamento da criança aconteçam em Papagaios, nesta quinta-feira (28)

  • Minas Gerais | Do R7, com Ricardo Vasconcelos, da Record Minas

Casal foi encaminhado para o sistema prisional

Casal foi encaminhado para o sistema prisional

Reprodução / Pixabay

A Polícia Civil prendeu os pais da menina, de 1 ano e 2 meses, que morreu após ter sido internada por suspeita de maus-tratos em Papagaios, a 144 km de Belo Horizonte. A prisão aconteceu na tarde desta quarta-feira (27). 

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

A polícia informou que o casal foi preso por volta das 18h e levado para a Delegacia de Pará de Minas. Além disso, os dois serão encaminhados para o sistema prisional Pio Canedo.

Segundo o boletim médico do Hospital Municipal de Papagaios, Maria Flor Silva Rodrigues foi diagnosticada com traumatismo craniano e hematomas pelo corpo. Ela chegou à unidade de saúde desacordada. A criança foi transferida para o Hospital João 23, no domingo (25), devido à gravidade do quadro.

O corpo de Maria Flor está no IML (Instituto Médico-Legal) de Belo Horizonte, onde passa por exames. A expectativa é que o velório e o sepultamento aconteçam em Papagaios, nesta quinta-feira (28).

Segundo a Polícia Militar, a versão apresentada pela mãe é que ela estaria fora de casa quando a filha teria desmaiado. A criança estava sob os cuidados do marido da mulher. O padrasto teria relatado aos militares que a enteada brincava em um dos quartos com o filho dele, de 6 anos. De acordo com o padrasto, o menino teria jogado uma bola em Maria Flor, fazendo com que ela batesse a cabeça no chão, momento em que ela teria desmaiado.

Últimas