Minas Gerais Polícia procura por motorista de carreta que bateu em 11 veículos na BR-381, em Igarapé (MG) 

Polícia procura por motorista de carreta que bateu em 11 veículos na BR-381, em Igarapé (MG) 

Procedimentos de necrópsia devem ser feitos nesta terça-feira (28); seis pessoas morreram

  • Minas Gerais | Luiz Casoni, da Record Minas

Corpos das vítimas foram encaminhados para o IML de Betim (MG)

Corpos das vítimas foram encaminhados para o IML de Betim (MG)

FOTO / Gisele Ramos - 28.11.2023

A polícia procura pelo motorista da carreta que perdeu o controle e bateu em outros onze veículos na serra de Igarapé, nesta segunda-feira (27), na região metropolitana de Belo Horizonte. Testemunhas disseram que ele fugiu logo depois da batida.

Os corpos das seis vítimas do acidente entre doze veículos na BR-381 foram encaminhados para o IML (Instituto Médico-Legal) de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Os procedimentos de necrópsia devem ser feitos nesta terça-feira (28) e só depois disso os corpos serão liberados para os familiares. Quatro vítimas são da mesma família e estavam no mesmo carro.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

A câmera da concessionária registrou o momento em que a carreta, carregada com 27 toneladas de minério, perdeu o controle da direção e arrastou todos os veículos que estavam à frente. Depois da batida, uma nuvem de poeira se espalha pela pista. Quatro carretas e oito carros foram envolvidos no acidente. Operários trabalhavam em uma obra na pista e o trânsito estava parado na hora do acidente, na serra de Igarapé, também na região metropolitana de Belo Horizonte.

Um homem, de 58 anos, que estava num carro da Prefeitura de Guaxupé, cidade do sul de Minas a 478 km da capital mineira, ficou preso entre as ferragens e foi levado de helicóptero em estado grave para o Hospital João 23, na região centro-sul de Belo Horizonte. A esposa dele e o motorista da prefeitura morreram na hora.

A carreta de minério parou bem ao lado do carro de uma médica, que ficou em estado de choque. “Quando olhei pela janela, veio o caminhão a toda velocidade e bateu em tudo. Não tive reação. Tava parada, continuei parada”, contou.

Outras nove pessoas envolvidas na batida não se feriram. Em nota, a concessionária responsável pelo trecho disse que a obra está devidamente sinalizada com balizadores, homem bandeira e mensagens em painéis eletrônicos, e por isso não seria a causa do acidente. As pistas foram liberadas nesta segunda-feira (27), após seis horas de interdição.

Últimas