Prefeitura de BH inclui 48 obras em lista de reconstrução da cidade

Ao todo, são 269 pontos afetados pelas chuvas que atingiram a cidade nos dois primeiros meses do ano; 160 obras já foram concluídas 

Obras de reconstrução em Belo Horizonte serão feitas em 269 pontos

Obras de reconstrução em Belo Horizonte serão feitas em 269 pontos

Divulgação / BHTrans

A Prefeitura de Belo Horizonte incluiu mais 48 intervenções para recuperação de pontos afetados pelas chuvas que atingiram a cidade nos dois primeiros meses do ano. Ao todo, então, são 269 pontos mapeados pelo município que passam por obras como pavimentação e recuperação de vias, contenções, recuperação de praças e canteiros, dentre outras. 

Obras de reconstrução de BH custarão até R$ 200 milhões

Segundo a prefeitura, dos 269 pontos, 160 foram concluídos nos últimos 10 dias. Os serviços estão à cargo da Sudecap (Superintendência de Desenvolvimento da Capital) nas nove regionais da cidade. 

Confira algumas das obras concluídas:

BARREIRO
- Rua Alcindo Vieira, 60 - Barreiro
- Rua Amílcar Quintela - Diamante

OESTE
- Avenida Silva Lobo, 760
- Avenida Barão Homem de Melo, 23

PAMPULHA
- Avenida Sebastião de Brito

NORTE
- Avenida Risoleta Neves (ao lado da estação 1° de Maio)
- Rua Sacramentina, 211 - Planalto

NOROESTE
- Rua Passa Quatro, 498 - Caiçara
- Rua Osmário Soares, 73 - Dom Bosco

NORDESTE
- Rua Geraldo Barreto Maia com rua Paranavaí, 323 - Ribeiro de Abreu
- Ruas dos Moreiras - Beija-Flor

VENDA NOVA
- Avenida Vilarinho, esquina com Doutor Álvaro Camargos
- Rua Ana Alvarenga, 321 - Céu Azul

LESTE
- Avenida dos Andradas entre rua Itaguá e Ponte Caetano Furquim - Santa Efigênia
- Rua Conde D’Eu - Vera Cruz

CENTRO-SUL
- Rua Patagônia com Groenlândia - Sion
- Avenida Prudente de Morais
- Rua Curitiba esquina com Santos Dummont

Novas obras

Das 48 obras incluídas no plano de recuperação das chuvas, 10 já foram iniciadas e as outras 38 devem começar nas próximas semanas, conforme cronograma da Prefeitura de Belo Horizonte. 

O mês de janeiro teve quase três vezes mais chuvas que a média histórica em Belo Horizonte e, no final do mês e no início de fevereiro, diversas regiões foram afetadas pelos alagamentos, enxurradas e enchentes. 

No dia 17 de fevereiro, a prefeitura iniciou a recuperação dos pontos destruídos. Entre os serviços realizados, estão: restabelecimento de pavimentação e recuperação de vias, contenções, recuperação de praças e canteiros, desobstrução de redes de drenagem, limpeza urbana, implantação de sarjeta, desobstrução e limpeza de bocas de lobo e de bacias.