Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Primeira morte por Chikungunya em 2024 é confirmada pelo Governo de MG

Informação foi divulgada no Boletim Epidemiológico; vítima era morador de Sete Lagoas que possui 370 casos atestados

Minas Gerais|Antônio Paulo, da Record Minas

Primeira morte por Chikungunya em 2024 é confirmada em MG
Primeira morte por Chikungunya em 2024 é confirmada em MG Primeira morte por Chikungunya em 2024 é confirmada em MG (Reprodução / Pixabay)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, confirmou a primeira morte por Chikungunya em Minas Gerais neste ano. A informação foi divulgada no Boletim Epidemiológico desta segunda-feira (15).

Um morador de Sete Lagoas, cidade que fica a 78 km de Belo Horizonte, foi a primeira morte confirmada pela infecção no Estado. Só na cidade, o governo confirmou 370 infecções por Chikungunya, tornando o município o segundo do estado em casos confirmados da transmissão viral. Perde só para Teófilo Otoni, com 565 casos confirmados.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu Whatsapp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Continua após a publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Continua após a publicidade

Em toda Minas Gerais, são mais de 3.983 casos confirmados de dengue e 1.223 de Chicungunya, segundo o Boletim Epidemiológico, nos primeiros 15 dias do ano de 2024.

Na capital mineira, a situação do ano passado foi preocupante. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, foram 12.293 casos confirmados de dengue, um aumento de 850% em relação a 2022. Número foi o maior dos últimos quatro anos em Belo Horizonte.

O aumento de casos da doença se deve a fatores climáticos, como o El Niño, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), e, também, ao ressurgimento dos sorotipos 3 e 4 do vírus no Brasil.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.