Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Fisiculturista baleada: polícia diz que vídeos da vítima não explicam o crime

Defesa do suspeito do crime pediu revogação da prisão temporária do cliente; Justiça ainda não analisou

Minas Gerais|

A defesa do fisiculturista, Weldrin Lopes de Alcântara, protocolou na Justiça, o pedido de revogação da prisão temporária do cliente, para que ele possa responder o caso em liberdade, mas o pedido ainda não foi analisado. Nesta quinta-feira (02), a Polícia Civil falou sobre a investigação do polêmico caso da fisiculturista Ellen Otoni, baleada quatro vezes, por Weldrin. A delegada Cristiane Moreira disse que os vídeos, que mostram a vítima nervosa e descontrolada, não tem ligação com o crime e só comprovam que o relacionamento do casal era abusivo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.