Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Monitor7
Publicidade

Falso: teste de gravidez vem com pílula do dia seguinte na parte interna

Vídeos com afirmações de jovens sobre possível pílula do dia seguinte escondida no produto viralizaram nos últimos dias

MonitoR7|Yasmim Santos*, do R7

Jovens gravam reação ao abrir teste de gravidez e 'encontrar' pílula do dia seguinte
Jovens gravam reação ao abrir teste de gravidez e 'encontrar' pílula do dia seguinte Jovens gravam reação ao abrir teste de gravidez e 'encontrar' pílula do dia seguinte

Em meio a uma enorme lista de conteúdos que viralizam no TikTok, um em especial chamou a atenção nos últimos dias. Alguns jovens gravaram vídeos em que, supostamente, encontravam uma pílula do dia seguinte dentro do teste de gravidez de uma marca famosa.

Em um dos vídeos, quando uma menina se depara com o comprimido, questiona diretamente se seria um abortivo — que tem comercialização proibida no Brasil pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em outro vídeo, um garoto afirma que "tem um remédio dentro do teste de gravidez".

Entre os questionamentos que surgiram, a mesma jovem citada anteriormente pergunta: "A Anvisa sabe disso aqui?".

A resposta é sim, já que o comprimido localizado dentro do teste de gravidez não é uma pílula do dia seguinte, é um produto usado para absorver a umidade.

Publicidade

Leia também

Esses comprimidos são chamados de antiumectantes. De acordo com a professora do centro de ciências biológicas de saúde da Universidade Presbiteriana Mackenzie e assessora técnica do CRF-SP (Conselho Regional de Farmácia do estado de São Paulo) Amouni Mourad, a confusão pode acontecer porque o formato mais comum para o público é a versão do produto em sachê.

"Costumamos ter antiumectantes [nos produtos], que são utilizados para tirar umidade. Normalmente, vemos nas embalagens sachês, mas podem estar em forma de comprimido. Então, aquilo não é medicamento, não é pílula do dia seguinte, é só uma compressão de algum antiumectante", explica.

Publicidade

Esse produto pode ser composto, por exemplo, de sílica. O antiumectante garante o tempo de estabilidade (validade) do teste de gravidez e que não haja nenhum tipo de problema que altere o resultado.

"Esses testes para gravidez, ou qualquer teste diagnóstico, geralmente, têm algum produto que vai ter que reagir com algum dos analíticos — pode ser que ele vá reagir com o sangue ou com a urina, que é o caso deste. Então, você tem de garantir a estabilidade desses produtos, não pode deixar o ambiente suscetível a qualquer tipo de umidade", informa Amouni.

Publicidade

E acrescenta: "Você não vai encontrar nenhum tipo de produto, nem medicamento, alguma coisa assim, que não tem estratégia para evitar a umidade".

O indivíduo que tenta tomar o comprimido, como sugeriam alguns vídeos, além de sentir um gosto extremamente salgado, pode passar por diversos tipos de mal-estar.

"Se conseguir descer para o estômago, ele vai conseguir dar uma pequena agressão [na área]. Ele vai retirar a água, vai deixar o ambiente mais seco. Então o ácido clorídrico do estômago pode ficar mais agressivo a algum tecido que sofrer um pouquinho mais de ressecamento. A pessoa pode ter como reação, que é uma defesa do organismo, náusea, vômito ou até mesmo diarreia", diz a professora.

Amouni também adverte que crianças e animais podem até se sufocar caso engulam o produto, já que ele pode ser tóxico. No caso dos adultos, o uso exagerado pode causar toxicidade.

Ficar manipulando o comprimido também não é algo considerado benéfico, já que a sua função é absorver a umidade.

"Quando a pessoa o pega na mão, aquilo em contato com a pele pode causar irritabilidade, porque, como ele tem que absorver água, é muito seco; então qualquer coisa que tenha umidade ele vai levar àquela sensação de secura", relata Amouni.

Por fim, a farmacêutica adverte que as pessoas devem ter "cuidado com todas essas fake news. Antes de sair compartilhando ou de se assustar achando que tem algum problema mais sério, lembre que cada tipo de produto, principalmente voltado para a saúde, tem a sua finalidade".

No Facebook, a Clearblue, marca envolvida não apenas no vídeo acima, mas em diversos outros que falavam sobre o comprimido, informou aos clientes que o produto não era uma pílula do dia seguinte.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Fernando Mellis.

Veja os sete cuidados com a saúde do adolescente que merecem atenção especial dos pais

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.