Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Monitor7
Publicidade

Soldados russos não usam meias em combate? Veja se é verdade

Durante parte da história, os militares usaram um pedaço de pano conhecido como portyanki, mas a peça caiu em desuso em 2013

MonitoR7|Do R7

Pedaço de pano conhecido como portyanki pode ser de algodão ou flanela
Pedaço de pano conhecido como portyanki pode ser de algodão ou flanela Pedaço de pano conhecido como portyanki pode ser de algodão ou flanela

Um vídeo com 55,5 mil curtidas, publicado recentemente na rede social TikTok, afirma que os soldados russos não usam meias durante os combates. Em vez disso, eles enrolariam os pés em um pedaço de pano conhecido como portyanki, que pode ser de algodão ou flanela, a depender da estação do ano. Será isso verdade?

Segundo o jornal britânico The Guardian, os portyanki foram utilizados durante uma parte da história. A peça se fez presente em todas as guerras em que o Exército russo lutou desde o século 17, como a Guerra dos Sete Anos (1756-1763), as Guerras Napoleônicas (1803-1815) e as duas guerras mundiais, que ocorreram de 1914 a 1918 e de 1939 a 1945, respectivamente. Mas, em 2013, isso ficou para trás.

A vestimenta foi parcialmente abandonada nas reformas militares de 2007 e chegou a um fim definitivo seis anos depois. O ministro da Defesa, Sergei Shoigu, afirmou que, até o fim de 2013, era preciso "rejeitar totalmente esse conceito em nossas Forças Armadas".

De acordo com o jornal, os panos eram, na verdade, comuns não só na Rússia, mas em todos os lugares antes da Revolução Industrial. Isso porque eles eram mais baratos e práticos, fáceis de lavar, secar e remendar.

Publicidade

O lado ruim dos portyanki era que precisavam ser usados corretamente, caso contrário machucavam os pés. Oleg Dimitriev, um jornalista doRussia Today que passou dois anos no serviço militar, escreve que eles podem ser uma tortura até que você acerte a técnica.

"O aspecto mais crucial é que só se pode usar portyankis bem enrolados", disse Dimitriev. "Se o soldado não seguir exatamente o procedimento, pode machucar os pés e ficar com bolhas dolorosas."

Além de vestirem os trapos corretamente, os soldados também precisavam fazê-lo de forma rápida. O regulamento do Exército estipulava que eles tinham 45 segundos para estar totalmente vestidos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.