Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Além das Embaixadas
Publicidade

Embaixada de Portugal abre ao público exposição sobre os 50 anos da Revolução dos Cravos

Obras de artistas brasileiros e portugueses retratam o fim da ditadura portuguesa

Além das Embaixadas|Natalie MachadoOpens in new window

Exposição aberta ao público na embaixada de Portugal

Para celebrar os 50 da Revolução dos Cravos, que deu fim à ditadura em Portugal, a embaixada portuguesa no Brasil aproveitou o entardecer do Cerrado para inaugurar a exposição “Arte no Jardim”. Ao som de música lusitana, animação e conectividade entre os convidados, foi resgatado o laço histórico e diplomático entre Portugal e Brasil.

A mostra tem um formato diferente do usual. Começa no consulado, em Brasília, e segue para o lado externo, no jardim, onde o público poderá participar e interagir. Uma bela conexão! São obras contemporâneas, recriadas, por onze artistas brasileiros e portugueses. Reúnem esculturas, montagens e obras literárias. Abordam temas históricos e atuais.

Estiveram presentes embaixadores, autoridades do governo federal e representantes de institutos culturais.

“Arte, cidadania e democracia em língua portuguesa. Em maio poderemos assistir ao lançamento de uma exposição que junta de um modo muito virtuoso três pilares fundamentais das sociedades brasileira e portuguesa, sob a nossa língua comum. Uma iniciativa que informa, educa e conscientiza pessoas de todas as gerações que nos honram com sua visita, lembrando, sempre, valores que nos inspiram”, disse Luís Faro Ramos, embaixador de Portugal no Brasil.

Publicidade

As visitas são gratuitas e poderão ocorrer até o dia 17 de outubro, com agendamento prévio.

“Ficamos muito felizes de levarmos a Brasília, pela primeira vez, obras importantes da coleção do CAM (Centro de Arte Moderna Gulbenkiane) e poder proporcionar a experiência destas obras ao público brasileiro”, afirma Benjamin Weil, um dos curadores da exposição.

Publicidade

“Participar de mostras como a exposição ‘Arte no Jardim’ demonstra o comprometimento da EDP em ser uma força ativa na celebração de marcos históricos com relevância na relação bilateral entre Brasil e Portugal, bem como na valorização da arte como meio de expressão e reflexão sobre nossa identidade e valores comuns. Estamos orgulhosos em apoiar essa iniciativa que promove o desenvolvimento social, cultural e contribui para construção de uma sociedade mais consciente”, afirmou João Marques da Cruz, CEO da EDP na América do Sul.

Dino D' Santiago cantou para os convidados


Publicidade

Serviço

É preciso levar documento de identificação para entrar no local.

Período de visitação: 09 de maio a 17 de outubro 2024

Dias e horários: quintas e sextas, das 11h30 às 16h30. Sábado: primeiro sábado de cada mês, das 11h30 às 16h30

Local: Embaixada de Portugal, em Brasília.

Visitas educativas: Às quartas-feiras a exposição oferece programa de visitas educativas que são agendadas previamente. Para mais informações clique aqui.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.