Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Cadillac manterá SUVs a gasolina após queda na venda de elétricos

XT5 terá nova geração que já está pronta na China e chegará aos EUA

Autos Carros|Marcos Camargo Jr. e Marcos Camargo Jr.

Cadillac XT5 será equipado na China pelo motor 2.0 turbo que entrega 227cv
Cadillac XT5 será equipado na China pelo motor 2.0 turbo que entrega 227cv Cadillac XT5 será equipado na China pelo motor 2.0 turbo que entrega 227cv (Ministério de Ciência e Tecnologia Chinês/Reprodução)

A Cadillac está preparando uma nova geração para o crossover XT5 e ela não será elétrica. A divisão de luxo da General Motors está preparando uma nova geração do XT5 em parceria com a Saic chinesa, antiga parceira da GM em vários projetos locais. Este modelo deve chegar aos Estados Unidos nos próximos meses.

Cadillac divulga que o XT5 não será descontinuado o que seria o plano inicial
Cadillac divulga que o XT5 não será descontinuado o que seria o plano inicial Cadillac divulga que o XT5 não será descontinuado o que seria o plano inicial (Ministério de Ciência e Tecnologia Chinês/Reprodução)

As imagens de registro do Ministério de Ciência e Tecnologia chinês mostra que o perfil luxuoso dos carros da Cadillac seguirá presente neste SUV. O perfil da iluminação vertical, as linhas marcadamente vincadas na dianteira e nas laterais e novos perfis de caixa de roda do projeto tem a intenção de manter o Cadillac XT5 com estilo aristocrático.

Detalhes do modelo da Cadillac
Detalhes do modelo da Cadillac Detalhes do modelo da Cadillac (Ministério de Ciência e Tecnologia Chinês/Reprodução)

E a motorização? O Cadillac XT5 será equipado na China pelo motor 2.0 turbo que entrega 227cv, algo bem parecido com o que a marca oferece hoje nos Estados Unidos na versão de entrada. Além do 2.0, a Cadillac oferece o 3,6 litros V6 de 310cv na terra do tio Sam.

ARAXÁ: onde estão os CARROS ANTIGOS MAIS RAROS DO BRASIL - ed. 2022. Veja o vídeo!

Na imprensa internacional, a Cadillac divulga que o XT5 não será descontinuado o que seria o plano inicial. A novidade deve chegar primeiro à China e na sequência aos Estados Unidos enquanto a GM vê uma redução na demanda por carros elétricos fazendo a gigante reduzir a produção de modelos eletrificados no mercado norte-americano.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.