Dias antes da estreia, motores do Peugeot 208 são incógnita

Compacto já está pronto para o lançamento como indicam fotos que circulam nas redes sociais mas motorização é uma grande incógnita sendo que uma das três opções está confirmada

Em fotos que circulam nas redes sociais vemos diversas unidades do Peugeot 208 já no Brasil

Em fotos que circulam nas redes sociais vemos diversas unidades do Peugeot 208 já no Brasil

Reprodução redes sociais

O compacto Peugeot 208 está prestes a ser lançado no país mas a PSA ainda não confirma* a oferta completa da gama o que aumenta as especulações sobre o modelo. Oficialmente a marca confirmou que ele terá apenas o motor EC5 1.6 aspirado flex de até 118 cv e 16,1 kgfm de torque.

Ontem (3) a PSA havia divulgado a produção em série do 208: modelo na verdade já está por aqui

Ontem (3) a PSA havia divulgado a produção em série do 208: modelo na verdade já está por aqui

Peugeot Divulgação

No entanto, o site Autoblog Argentina recebeu a confirmação para o mercado local que a Peugeot irá oferecer no país vizinho o motor 1.2 Puretech de 130cv na versão GT Line do 208. 

A mesma nota afirma que os argentinos terão ainda o motor 1.2 aspirado de 82cv combinado apenas ao câmbio manual nas versões menos equipadas com a denominação Like.

E no Brasil?

Digite a legenda da foto aqui

Digite a legenda da foto aqui

Redes sociais - reprodução

Por aqui a PSA confirmou apenas o 1.6 aspirado de 118cv e a versão elétrica que, a princípio, não será vendida na Argentina. Além disso a Peugeot pode lançar mão do 1.2 aspirado e do 1.2 turbinado que neste caso viria importado da Europa, algo impensável hoje em dia com a desvalorização do real frente ao dólar e ao euro.

PSA Divulgação

Fato é que não sabemos até agora qual será a fórmula do Peugeot 208. Fato é que não vir com o bom motor Puretech 1.2 é algo frustrante mantendo o carro em patamares de venda mais baixo tendo em vista que os modelos da marca não tem preço agressivo e a PSA vem recuperando a confiança do consumidor aos poucos mas ainda bem distante das grandes Volkswagen, Chevrolet, Hyundai, Renault, Nissan e Ford. 

*tentamos contato com a assessoria de imprensa da marca mas até a publicação da matéria não obtivemos resposta. Caso tenhamos, a atualização será publicada aqui no R7.