Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Autos Carros
Publicidade

Mercedes lança EQS 53 no Brasil com 658 cv por R$ 1,3 milhão

Marca também irá vender os modelos EQA e o EQB no mercado brasileiro até o final deste ano

Autos Carros|Do R7 e Marcos Camargo Jr.

Sedã tem um desenho fluido com linhas limpas sem muitos vincos
Sedã tem um desenho fluido com linhas limpas sem muitos vincos Sedã tem um desenho fluido com linhas limpas sem muitos vincos

A Mercedes-Benz lançou o EQS 53 4MATIC+ no Brasil, onde será vendido por R$ 1.350.900 com entregas programadas para daqui três meses. Além do sedã elétrico, a marca irá vender os modelos EQA e o EQB no mercado brasileiro até o final deste ano. A novidade vem equipada com dois motores elétricos de 658 cv.

Traseira tem faróis em peça única que sobrepõem a tampa do porta-malas
Traseira tem faróis em peça única que sobrepõem a tampa do porta-malas Traseira tem faróis em peça única que sobrepõem a tampa do porta-malas

Rival do Porsche Taycan Turbo S e Audi e-Tron GT, O Mercedes-AMG EQS 53 4MATIC+ tem um desenho fluido com linhas limpas sem muitos vincos. A dianteira conta com grandes faróis em LEDS Digital Light que estão ligados por meio de uma barra de LED e uma ampla grade com a logomarca da empresa ao centro. Já a traseira tem faróis em peça única que sobrepõem a tampa do porta-malas, o que confere esportividade.

Modelo traz dois motores elétricos, que juntos rendem 658 cv com 96,8 kgfm de torque
Modelo traz dois motores elétricos, que juntos rendem 658 cv com 96,8 kgfm de torque Modelo traz dois motores elétricos, que juntos rendem 658 cv com 96,8 kgfm de torque

O interior traz o Mercedes-Benz Hyperscreen, que são três grandes telas de alta definição que ocupam todo o painel do veículo. Essa tecnologia serve de painel de instrumentos e central multimídia. Também há navegação com sistema de realidade aumentada, conectividade MBUX, câmeras e sensores para condução semi autônoma de nível 2, radares, entre outros equipamentos.

Sedã eletrificado pode fazer de zero a 100 km/h em apenas 3,4 segundos
Sedã eletrificado pode fazer de zero a 100 km/h em apenas 3,4 segundos Sedã eletrificado pode fazer de zero a 100 km/h em apenas 3,4 segundos

A Mercedes equipou o EQS 53 4MATIC+ com dois motores elétricos, que juntos rendem 658 cv com 96,8 kgfm de torque. A tração integral 4MATIC. Segundo a montadora, o sedã eletrificado pode fazer de zero a 100 km/h em apenas 3,4 segundos e atingir a velocidade limitada a 250 km/h.

Publicidade
Interior traz o Mercedes-Benz Hyperscreen, que são três grandes telas de alta definição
Interior traz o Mercedes-Benz Hyperscreen, que são três grandes telas de alta definição Interior traz o Mercedes-Benz Hyperscreen, que são três grandes telas de alta definição

Em relação ao conjunto de baterias, a novidade traz bateria de 107.8 kWh, que permite ter uma autonomia de 580 quilômetros no ciclo WLTP, além de poder ser carregado em uma tomada AC/DC com até 200 kW.

Modelo traz teto solar panorâmico
Modelo traz teto solar panorâmico Modelo traz teto solar panorâmico

Mercedes vai eletrificar todo o portfólio até 2039

Publicidade

A Mercedes-Benz promete eletrificar todos os veículos do seu portfólio em nível mundial até 2039. O CEO Carlos Garcia anunciou nesta manhã as metas de eletrificação que darão 17 anos para uma conversão total rumo aos veículos 100% elétricos. “Quando falamos de eletrificação estou falando em BEV, veículos elétricos e não híbridos”.

Também há navegação com sistema de realidade aumentada, conectividade MBUX
Também há navegação com sistema de realidade aumentada, conectividade MBUX Também há navegação com sistema de realidade aumentada, conectividade MBUX

Até 2030 metade do portfólio será elétrico segundo o executivo. “No entanto, 100% das nossas plantas já são neutralizadas em carbono. Nos mercados, teremos veículos elétricos onde for possível”, completa Garcia.

Publicidade
Novidade traz bateria de 107.8 kWh, que permite ter uma autonomia de 580 quilômetros no ciclo WLTP
Novidade traz bateria de 107.8 kWh, que permite ter uma autonomia de 580 quilômetros no ciclo WLTP Novidade traz bateria de 107.8 kWh, que permite ter uma autonomia de 580 quilômetros no ciclo WLTP

O executivo fala de casos específicos como Finlândia e Noruega onde hoje 60% das vendas, em média, é de modelos eletrificados. A fala de Carlos Garcia complementa outros anúncios recentes da Mercedes-Benz que anunciou o fim de novas plataformas não elétricas já a partir de 2025.

*Com a colaboração Felipe Salomão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.