Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Autos Carros
Publicidade

Novo C3 terá edição especial estreia e motores 1.0 Fiat e 1.6

Versões C3 Live 1.0, C3 Feel PK AT e C3 First Ed AT terão motor de 1.0 litro Firefly de 75 cv

Autos Carros|Marcos Camargo Jr. e Marcos Camargo Jr.

Modelo já foi revelado e está sendo produzido em Porto Real/RJ
Modelo já foi revelado e está sendo produzido em Porto Real/RJ Modelo já foi revelado e está sendo produzido em Porto Real/RJ

A estreia do novo Citroën C3 está bem próxima apesar de ter sido adiada duas vezes pela Stellantis. Agora, com lançamento mais próximo, a Citroën está emplacando as primeiras unidades do seu compacto que vem sendo produzido em baixo volume desde março e o perfil de instagram “Placa dos Carros” onde confirma a motorização 1.0 Firefly de três cilindros (Fiat) e o tradicional motor 1.6 16V originário da PSA.

Traseira conta com dois amplos faróis arredondados
Traseira conta com dois amplos faróis arredondados Traseira conta com dois amplos faróis arredondados

Segundo o perfil os primeiros emplacamentos revelam a nomenclatura dos carros nas versões C3 Live 1.0, C3 Feel PK AT e C3 First Ed AT. Estas três versões terão motor Firefly 1.0 de 75cv e 10kgfm de torque, conjunto já usado no Peugeot 208 recém lançado. As versões Feel e First Edition devem vir com o tradicional motor 1.6 do SUV compacto de até 120 cv e 16,1 kgfm de torque combinado com o câmbio automático de 6 velocidades.

Modelo deve ter uma central multimídia de 10 polegadas
Modelo deve ter uma central multimídia de 10 polegadas Modelo deve ter uma central multimídia de 10 polegadas

Produzido sobre a base CMP já usada no Peugeot 208, o novo C3 terá perfil elevado de SUV e será o modelo de entrada da Citroën no Brasil. Suas medidas já foram reveladas: 3,98m de comprimento e 2,54m de entre-eixos.

Modelo terá 3,98m de comprimento e 2,54m de entre-eixos
Modelo terá 3,98m de comprimento e 2,54m de entre-eixos Modelo terá 3,98m de comprimento e 2,54m de entre-eixos

O lançamento será ainda neste semestre, mas inicialmente estava programado para março e depois foi adiado para o fim de junho, o que não ocorreu.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.