Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Aceleramos o elétrico "anti Dolphin" Ora 3 GT: veja o teste completo

Com motor de 171 cv, o hatch rende até 400 km de autonomia e vem brigar com o Dolphin e até com SUvs médios na mesma faixa de preço

Autos Carros|Marcos Camargo Jr e Marcos Camargo Jr.

A Great Wall Motors (GWM) é mais uma marca que vem incomodando as empresas já estabelecidas por aqui. E, após liderar o segmento de SUVs híbridos como o Haval, apresentou o elétrico Ora 3. O rival do BYD Dolphin começa a dar as caras no mercado brasileiro com preços entre R$ 150 mil e R$ 184 mil, caso do Ora 3 GT que ilustra esta reportagem.

O R7 Autos Carros teve um contato rápido com a novidade, movida a tração elétrica, pelas ruas de São Paulo. Com seu visual neorretrô, o Ora 3 tem desenho arrojado e curvilíneo, mesclando referências da linha Porsche e do Volkswagen Fusca.

Esse estilo tem feito sucesso na Europa, onde a Ora já está presente desde o ano passado. Por aqui a marca vendia, desde o início do ano, a linha de SUVs Haval H6 em três versões. E agora os crossovers vão conviver com o primeiro elétrico da marca por aqui, o Ora 3.

Com motor elétrico de 171 cv e 25 kgfm de torque, aceleramos o Ora 3 GT cheio de adereços esportivos e bateria de 63 kwh sob intenso tráfego, no qual esse tipo de veículo se mostra confortável, sem ruídos nem vibrações. É como dirigir um veículo de marca premium. O Ora 3 tem aquele som musical em manobras de baixa velocidade, boa comunicação da direção por meio do volante e posição de dirigir bem confortável. Chama atenção a qualidade da montagem, que mescla alcântara, couro e plástico de boa qualidade sem nenhuma falha no acabamento.

Publicidade
Boa aceleração e desempenho no geral: Ora 3 elétrico briga com o BYD Dolphin
Boa aceleração e desempenho no geral: Ora 3 elétrico briga com o BYD Dolphin Boa aceleração e desempenho no geral: Ora 3 elétrico briga com o BYD Dolphin

A suspensão é precisa e macia, enquanto a aceleração, assim que foi possível acelerar, se mostrou vigorosa. O Ora 3 promete 0-100km/h em 8,2 s, bem rápido para um modelo do seu porte.

Durante a curta viagem pela capital paulista, testamos alguns recursos de segurança do Ora 3 em uma lista bem completa. Vendido na Europa, ele recebeu cinco estrelas na avaliação do Euro NCAP. O GWM Ora 3 conta com Sistema Avançado de Assistência ao Condutor nível 2+ (ADAS – Advanced Driver Assistance System) composto de um radar frontal de curto, médio e longo alcance e cinco câmeras (no para-brisa, no para-choque dianteiro, no para-choque traseiro e uma em cada retrovisor).

Publicidade
Apresentação do Ora 3 no Festival Interlagos
Apresentação do Ora 3 no Festival Interlagos Apresentação do Ora 3 no Festival Interlagos

Em uma avaliação rápida, notamos o que já era perceptível do lado de fora. O Ora 3 tem um bom espaço para os ocupantes do banco dianteiro, razoável para o traseiro (com a perna um pouco mais elevada e o teto rebaixado no caso dos mais altos) e um porta-malas de apenas 228 litros. Não tem milagre. Mas o Ora 3 é um bom aspirante a carro urbano elétrico para boa parte das demandas familiares a bordo de um carro eletrificado, o que significa uma operação livre de emissões.

Ora 3 Copacabana é uma versão especial de lançamento, com 200 unidades
Ora 3 Copacabana é uma versão especial de lançamento, com 200 unidades Ora 3 Copacabana é uma versão especial de lançamento, com 200 unidades

Além disso, o Ora 3 tem sete airbags, "smart dodge" com desvio inteligente de caminhões, alerta, reconhecimento de faixas, manutenção e centralização do carro na faixa, câmera com visão 360º e estacionamento automático e controle de cruzeiro com Stop&Go e alerta e frenagem automática, entre outros recursos — no modelo avaliado, conta com alerta de fluxo cruzado.

Linha de crossovers Haval H6 vai conviver com os elétricos da Ora
Linha de crossovers Haval H6 vai conviver com os elétricos da Ora Linha de crossovers Haval H6 vai conviver com os elétricos da Ora

Para um "anti-Dolphin", a GWM começou muito bem no segmento dos elétricos urbanos. O Ora 3 tem boa montagem e uma lista farta de itens de série, com destaque para a segurança a bordo e um desempenho interessante nesse primeiro contato. Na faixa de R$ 150 mil a R$ 183 mil, sendo justo com os demais concorrentes, o cliente hoje compra um SUV médio de entrada como Jeep Compass ou Volkswagen Taos. Para embarcar na experiência elétrica, o Ora 3 pode satisfazer os clientes mais exigentes com apelo de economia, sustentabilidade e design, como é o caso desse carro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.