Autos Carros Toyota admite ter fraudado testes com motores diesel e suspende vendas 

Toyota admite ter fraudado testes com motores diesel e suspende vendas 

Após comissão interna, empresa admite que software de testes funcionava em parâmetro diferente da produção em série  

  • Autos Carros | Marcos Camargo Jr.

Resumindo a Notícia
  • Toyota admite que a fraude foi confirmada após uma comissão interna

  • Modelos produzidos na Argentina e comercializados no Mercosul não foram afetados

  • Montadora afirma que os veículos podem ser usados sem prejuízo aos usuários

 Toyota admite que a fraude foi confirmada após uma comissão interna

Toyota admite que a fraude foi confirmada após uma comissão interna

Felipe Salomão 28.04.2023

A Toyota Industries Corporation (TICO) divulgou uma nota para a imprensa global nesta segunda, 29 de janeiro, onde admite uma falha na gestão de testes internos de motores diesel.

Modelos produzidos na Argentina e comercializados no Mercosul não foram afetados

Modelos produzidos na Argentina e comercializados no Mercosul não foram afetados

Felipe Salomão 28.04.2023

A Tico é uma empresa afiliada do grupo Toyota e usou um software durante os testes de certificação dos motores que usavam parâmetros diferentes do que era adotado para os motores produzidos em série nas fábricas. Cerca de 430 mil motores foram afetados pela alteração nos parâmetros de curva de torque e potência. No entanto a Toyota disse que a fraude “não tem qualquer impacto nas emissões ou na segurança dos veículos afetados”.

Montadora afirma que os veículos podem ser usados sem prejuízo aos usuários

Montadora afirma que os veículos podem ser usados sem prejuízo aos usuários

Felipe Salomão 28.04.2023

A Toyota admite que a fraude foi confirmada após uma comissão interna e por isso irá suspender a venda de 10 veículos diesel em diversos países. Por enquanto os modelos produzidos na Argentina e comercializados no Mercosul em países como o Brasil não foram afetados.

Felipe Salomão 28.04.2023

No entanto a montadora afirma que os veículos podem ser usados sem prejuízo aos usuários. Entre os modelos que tiveram venda suspensa estão a van Hiace, o Land Cruiser 300, Innova e Lexus LX500D, Hilux, Fortuner e SW4 (o nome pode variar conforme o mercado).

Toyota/Divulgação

Este não é o primeiro caso de suspeita de fraude interna dentro do grupo Toyota. Em 2023, uma comissão interna descobriu que testes de colisão lateral contra postes (sob o código UN-R135) feitos em 88.000 veículos de pequeno porte incluindo a linha Yaris foram fraudados.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas