Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Christina Lemos - Blogs
Publicidade

Grupo de brasileiros e seus familiares finalmente deixam Gaza e chegam ao Egito

Itamaraty confirmou saída da área de guerra com duas desistências; avião da Presidência aguarda no país africano para retornar ao Brasil

Christina Lemos|Do R7

Brasileiros conseguem deixar a Faixa de Gaza depois de longa espera
Brasileiros conseguem deixar a Faixa de Gaza depois de longa espera Brasileiros conseguem deixar a Faixa de Gaza depois de longa espera

Os 32 brasileiros e seus familiares incluídos na lista de pessoas autorizadas a deixar a Faixa de Gaza finalmente conseguiram passar pela fronteira de Rafah e já estão no território do Egito. A informação sobre a saída da zona de conflito foi confirmada pelo Itamaraty no começo da manhã deste domingo (12). Da primeira relação, com 34 nomes, dois acabaram desistindo.

"Grupo de 32 brasileiros e familiares já se encontram em território egípcio, onde foi recebido por equipe da embaixada do Brasil no Cairo, responsável pela etapa final da operação de repatriação", postou o perfil do Itamaraty no X, antigo Twitter. Logo depois, o Palácio do Planalto informou que o grupo estava em segurança no Egito.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Publicidade

O grupo estava dividido em duas cidades ao sul de Gaza: Rafah e Khan Younis. Rafah fica na fronteira do Egito com Gaza e é por onde passam os caminhões com ajuda humanitária. Nela, pelo menos 18 pessoas aguardavam repatriação: nove crianças, cinco mulheres e quatro homens.

Em Khan Younis havia 16 pessoas à espera da repatriação para o Brasil: nove crianças, cinco mulheres e dois homens. O Itamaraty tinha alugado uma casa na cidade para hospedá-los até que a passagem de Rafah fosse aberta.

Publicidade

Deslocamento até o aeroporto de Al-Arish

Após a autorização de trânsito pelo Egito, o grupo de brasileiros e seus familiares serão transportados do posto de Rafah até o aeroporto da cidade de Al-Arish, que fica a 53 km de distância. O transporte será feito de ônibus, identificado como do Brasil, e terá apoio do corpo diplomático brasileiro no Egito.

Uma aeronave da Presidência da República estará aguardando para trazê-los para o Brasil.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.