Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Christina Lemos - Blogs
Publicidade

"Mais vozes à mesa", diz Biden, sobre reforma do Conselho de Segurança

Diplomacia brasileira destaca frase do líder americano. Brasil pleiteia vaga no organismo da ONU. Tema deve dominar bilateral com Lula amanhã

Christina Lemos|Do R7

Presidente dos EUA Joe Biden na Assembleia-geral da ONU: aceno ao Brasil, com reforma do Conselho de Segurança da ONU
Presidente dos EUA Joe Biden na Assembleia-geral da ONU: aceno ao Brasil, com reforma do Conselho de Segurança da ONU Presidente dos EUA Joe Biden na Assembleia-geral da ONU: aceno ao Brasil, com reforma do Conselho de Segurança da ONU

O presidente norte-americano Joe Biden emitiu hoje uma sinalização recebida como promissora pela diplomacia brasileira, em seu pronunciamento na abertura da Assembléia Geral da ONU, em Nova York. “Precisamos de mais vozes e mais perspectivas à mesa” – declarou, referindo-se à entrada de mais países no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A reforma do organismo é uma das principais demandas do Brasil há anos e foi um dos focos do discurso do presidente Lula hoje, ao abrir o encontro. Biden já havia sinalizado positivamente à reivindicação, sem contudo avançar de forma prática. E teria dado esta manhã a declaração historicamente mais firme nesta direção, ao afirmar que o tema “está em consulta com parceiros relevantes”. A declaração foi dada logo após o discurso de Lula e vista como aceno do americano ao Brasil.

A ampliação do Conselho de Segurança da ONU deve ser tema central na reunião bilateral entre Lula e Biden, prevista para amanhã, em Nova York. O encontro também deve tratar de assuntos como o conflito entre Rússia e Ucrânia, as mudanças climáticas e a busca de alternativas energéticas, o reforço à democracia, e a combate à desigualdade.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.