Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Christina Lemos - Blogs
Publicidade

Pouso em Israel dependerá da "janela temporal", diz comandante

Há condições de segurança para resgate dos brasileiros, de acordo com comandante da Aeronáutica, Brigadeiro Damasceno

Christina Lemos|Do R7

“Dará tudo certo!”- diz o comandante da Aeronáutica, Brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno, que trabalha desde sábado na montagem da operação de resgate dos brasileiros na região do conflito no Oriente Médio. Em conversa com o blog, o militar explicou como será o acesso ao aeroporto da capital israelense em condições de segurança. “Estamos ajustando a janela temporal de permanência em Tel Aviv para a retirada do primeiro grupo”, explica.

A “janela temporal” é o intervalo de tempo seguro para a permanência da aeronave da Aeronáutica Brasileira em solo, num país que acaba de declarar oficialmente o “estado de guerra”. Essa é uma das razões pelas quais o primeiro avião destacado para a missão, o KC-30, com capacidade para 230 passageiros, pousará primeiramente em Roma, na Itália. “Estamos em excelente contato com as autoridades locais em Israel”, assegura Damasceno.

Uma lista de cidadãos brasileiros está sendo organizada por correspondentes diplomáticos na região. Não raro, havendo vaga, é usual a Aeronáutica oferecer resgate a cidadãos de outra nacionalidade que queiram deixar a zona de conflito, normalmente com desembarque provável em uma capital da Europa. 

Esta manhã, informe da embaixada de Israel em Brasília registra um brasileiro hospitalizado e dois desaparecidos. O jovem Rafael Zimermann teria ficado ferido após a festa da qual participava ter sido alvo de ataque, no sábado. Segundo informações, ele passa bem, mas ainda não se sabe se integrará a lista de passageiros do vôo de resgate.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.