Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Aeroportos da Aena no Brasil superam 3,8 milhões de passageiros em janeiro

O maior crescimento percentual foi de Campina Grande, que registrou um aumento de 158,8% no número de embarques e desembarques, em relação a janeiro de 2023

Luiz Fara Monteiro|Luiz Fara Monteiro e Luiz Fará Monteiro

A movimentação em Congonhas (foto) superou 1,9 milhão de passageiros
A movimentação em Congonhas (foto) superou 1,9 milhão de passageiros A movimentação em Congonhas (foto) superou 1,9 milhão de passageiros (Luiz Fara Monteiro )

Os 17 aeroportos administrados pela Aena no Brasil tiveram uma movimentação superior a 3,8 milhões de passageiros no mês de janeiro. O volume é 5,9% maior que o registrado no mesmo mês do ano passado e 4% maior na comparação com dezembro. Os cinco aeroportos mais movimentados da rede registraram altas expressivas, entre 4,8% e 16,1%

A movimentação de aeronaves também registrou crescimento no último mês, com alta de 6,4% em relação a janeiro do ano passado. No total, os aeroportos da Aena receberam 40.395 pousos e decolagens. Na comparação com dezembro, janeiro foi 1,2% superior.

Aeroporto mais movimentado da Aena no Brasil, Congonhas recebeu 1,9 milhão de passageiros, com alta de 7,7% em relação a janeiro de 2023, e 19.237 pousos e decolagens, crescimento de 3,9%. Os dados mostram uma recuperação do tráfego aéreo pós-pandemia de Covid-19. O fluxo de passageiros do último mês ficou 3,1% abaixo de janeiro de 2019.

No aeroporto do Recife, a alta foi de 4,8% com um total de 934,6 mil passageiros. Os pousos e decolagens registraram um crescimento de 10,4%, totalizando 8.522 operações no último mês. É a maior movimentação de passageiros já registrada em um mês de janeiro no aeroporto do Recife.

Publicidade

Entre os cinco principais aeroportos da Aena no país, o maior crescimento ocorreu em João Pessoa, que registrou uma alta de 16,1% com 173,2 mil passageiros e 1.588 pousos e decolagens (24,2% a mais que janeiro de 2023).

Em termos percentuais, o maior crescimento entre os 17 aeroportos da Aena foi o de Campina Grande. Em um ano, o fluxo de passageiros passou de 12.061 para 31.210, alta de 158,8%. A movimentação de aeronaves teve alta de 121,3%, passando de 202 pousos e decolagens em janeiro de 2023 para 447 no último mês.

Publicidade

Sobre a Aena Brasil

Aena Brasil é marca registrada da espanhola Aena, considerada a maior operadora aeroportuária do mundo, em número de passageiros, pelo Conselho Internacional de Aeroportos. A companhia também é a maior do país, administrando 17 aeroportos, em nove estados brasileiros, sendo responsável por 20% da malha aérea nacional e pela gestão de Congonhas, o segundo maior em número de embarques e desembarques. Em 2022, seus 80 aeroportos e dois heliportos movimentaram 363,6 milhões de passageiros, sendo mais de 35 milhões no Brasil. Desde 2020, gere os equipamentos de infraestrutura do Recife (PE), Maceió (AL), João Pessoa (PB), Aracaju (SE), Juazeiro do Norte (CE) e Campina Grande (PB). Em 2023, assumiu Congonhas (SP), Campo Grande (MS), Uberlândia (MG), Santarém (PA), Marabá (PA), Montes Claros (MG), Parauapebas (PA), Uberaba (MG), Altamira (PA), Ponta Porã (MS), Corumbá (MS). Os dois blocos são administrados por diferentes sociedades de propósito específico: Aeroportos do Nordeste do Brasil (ANB) e Bloco de Onze Aeroportos do Brasil (BOAB). Na Espanha, a Aena opera 46 aeroportos e 2 heliportos. É acionista controlador, com 51%, do aeroporto de Londres-Luton no Reino Unido, além de gerenciar aeroportos no México (12), Colômbia (2) e Jamaica (2).

Publicidade

Os 17 aeroportos administrados pela Aena no Brasil tiveram uma movimentação superior a 3,8 milhões de passageiros no mês de janeiro. O volume é 5,9% maior que o registrado no mesmo mês do ano passado e 4% maior na comparação com dezembro. Os cinco aeroportos mais movimentados da rede registraram altas expressivas, entre 4,8% e 16,1%

A movimentação de aeronaves também registrou crescimento no último mês, com alta de 6,4% em relação a janeiro do ano passado. No total, os aeroportos da Aena receberam 40.395 pousos e decolagens. Na comparação com dezembro, janeiro foi 1,2% superior.

Aeroporto mais movimentado da Aena no Brasil, Congonhas recebeu 1,9 milhão de passageiros, com alta de 7,7% em relação a janeiro de 2023, e 19.237 pousos e decolagens, crescimento de 3,9%. Os dados mostram uma recuperação do tráfego aéreo pós-pandemia de Covid-19. O fluxo de passageiros do último mês ficou 3,1% abaixo de janeiro de 2019.

No aeroporto do Recife, a alta foi de 4,8% com um total de 934,6 mil passageiros. Os pousos e decolagens registraram um crescimento de 10,4%, totalizando 8.522 operações no último mês. É a maior movimentação de passageiros já registrada em um mês de janeiro no aeroporto do Recife.

Entre os cinco principais aeroportos da Aena no país, o maior crescimento ocorreu em João Pessoa, que registrou uma alta de 16,1% com 173,2 mil passageiros e 1.588 pousos e decolagens (24,2% a mais que janeiro de 2023).

Em termos percentuais, o maior crescimento entre os 17 aeroportos da Aena foi o de Campina Grande. Em um ano, o fluxo de passageiros passou de 12.061 para 31.210, alta de 158,8%. A movimentação de aeronaves teve alta de 121,3%, passando de 202 pousos e decolagens em janeiro de 2023 para 447 no último mês.

Sobre a Aena Brasil

Aena Brasil é marca registrada da espanhola Aena, considerada a maior operadora aeroportuária do mundo, em número de passageiros, pelo Conselho Internacional de Aeroportos. A companhia também é a maior do país, administrando 17 aeroportos, em nove estados brasileiros, sendo responsável por 20% da malha aérea nacional e pela gestão de Congonhas, o segundo maior em número de embarques e desembarques. Em 2022, seus 80 aeroportos e dois heliportos movimentaram 363,6 milhões de passageiros, sendo mais de 35 milhões no Brasil. Desde 2020, gere os equipamentos de infraestrutura do Recife (PE), Maceió (AL), João Pessoa (PB), Aracaju (SE), Juazeiro do Norte (CE) e Campina Grande (PB). Em 2023, assumiu Congonhas (SP), Campo Grande (MS), Uberlândia (MG), Santarém (PA), Marabá (PA), Montes Claros (MG), Parauapebas (PA), Uberaba (MG), Altamira (PA), Ponta Porã (MS), Corumbá (MS). Os dois blocos são administrados por diferentes sociedades de propósito específico: Aeroportos do Nordeste do Brasil (ANB) e Bloco de Onze Aeroportos do Brasil (BOAB). Na Espanha, a Aena opera 46 aeroportos e 2 heliportos. É acionista controlador, com 51%, do aeroporto de Londres-Luton no Reino Unido, além de gerenciar aeroportos no México (12), Colômbia (2) e Jamaica (2).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.