Luiz Fara Monteiro Brasil sediará tradicional evento de manutenção e compras técnicas do setor aéreo da AL

Brasil sediará tradicional evento de manutenção e compras técnicas do setor aéreo da AL

A edição 2024 da conferência ALTA CCMA & MRO trará para o Brasil 700 participantes que devem movimentar a cadeia turística

ALTA: edição 2024 do CCMA & MRO será no Brasil
ALTA: edição 2024 do CCMA & MRO será no Brasil ALTA - Divulgação

O Brasil será o país anfitrião do evento mais popular do setor de manutenção e compras técnicas da América Latina e Caribe (LAC): a conferência ALTA CCMA & MRO 2024, que com 700 participantes vai gerar aportes para a cidade sede estimados em mais de 1 milhão de dólares de maneira direta, indireta e catalisada.

Durante os 3 dias de conferência muitos negócios são realizados entre companhias aéreas e fornecedores, criando oportunidades para a indústria na região, além das reuniões de dois grandes comitês de ALTA: Compras Técnicas e Manutenção, dedicados a compartilhar melhores práticas e tecnologias para o setor.

Promovido pela Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA), o evento reúne especialistas da indústria para discutir soluções que gerem eficiência e maximizem o desenvolvimento do setor e seu impacto social e econômico nas sociedades. A conferência também tem como objetivo fomentar relacionamentos e impulsionar negócios. O evento tem um formato único ao promover mais de 2 mil reuniões entre empresas aéreas e fornecedores, promovendo uma agenda acadêmica que atualiza o setor com o que há de mais moderno.

Com uma trajetória de mais de 60 anos realizando o CCMA & MRO, a ALTA escolheu o Brasil como sede levando em consideração vantagens significativas, tais como a capacidade hoteleira, o atrativo turístico e as robustas possibilidades de conectividade aérea.

Em 2022, quase 100 milhões de passageiros foram transportados no mercado doméstico e internacional. Com uma frota de 768 aeronaves, o país possui a maior frota da LAC, sendo um mercado imponente, mas ainda com muito potencial.

O CEO da ALTA, José Ricardo Botelho, destaca a importância da realização de um evento desse porte no Brasil. "Estamos entusiasmados em trazer a ALTA CCMA & MRO para o Brasil. Com sua extensão territorial, belas paisagens e uma indústria de aviação em constante evolução, o país possui um imenso potencial para contribuir com o desenvolvimento da aviação, e ao mesmo tempo, fomentar a cadeia turística do país. A ALTA vem trabalhando com as autoridades brasileiras para seguir avançando na competitividade, na confiança para mais empresas investirem no país e mais pessoas terem acesso ao meio de transporte mais seguro e eficiente".

Antes da pandemia, o turismo contribuía com 8,1 % do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e gerava 7,5% do emprego total no país, segundo dados do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC). Esses números demonstram a importância desse setor na economia, mas ainda é muito pouco perto do que o país pode realizar quando considerado seu tamanho, destinos turísticos e sua cultura. No Brasil uma pessoa faz 0,56 viagens aéreas per ano. Comparativamente, bem menos do que os americanos que fazem 2,5 viagens e europeus, que realizam 2,6 viagens, em média.

A ALTA vai trabalhar com as autoridades e trade turístico do país para que esse evento possa ser um catalizador e apresente a todos a infraestrutura hoteleira, além das belezas naturais como a Amazônia, Cataratas do Iguaçu, dunas e praias diversas. A ALTA acredita que o país é um destino atraente e capaz de oferecer uma experiência única aos participantes da ALTA CCMA & MRO 2024.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas