Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Luiz Fara Monteiro
Publicidade

LATAM lidera aviação brasileira com 40% de participação em abril, segundo ANAC

LATAM Cargo também registra crescimento em abril na comparação com o mesmo mês de 2023, com ampliação de 21% na quantidade de cargas internacionais transportadas e 7% em cargas domésticas

Luiz Fara Monteiro|Luiz Fara MonteiroOpens in new window

LATAM: 40% de participação em abril, segundo ANAC (Crafting Lab)

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) acaba de apontar que a LATAM bateu a marca de 40% de participação no mercado doméstico brasileiro durante abril de 2024. A companhia lidera o mercado desde 2021 e vem mantendo a marca de 40% ou mais de market share doméstico desde fevereiro deste ano.

Mais eficiente e competitiva, a LATAM opera atualmente a maior malha aérea da sua história no Brasil, com voos para 52 aeroportos em território nacional. Na prática, lidera a aviação brasileira desde 2021 (em RPK*), segundo a ANAC. O índice calculado pela ANAC considera a quantidade de passageiros por quilômetro transportados pela empresa sobre o volume de passageiros por quilômetro transportados por todas as companhias aéreas que operam no País.

Somente em 2023, quando transportou 33 milhões de passageiros domésticos no Brasil, a LATAM viu crescer em 8% a sua operação em todo o território nacional, na comparação com 2022. O avanço tem uma razão: no último ano, 15 dos 17 novos aviões recebidos direto de fábrica pelo grupo LATAM foram direcionados para a sua operação brasileira.

Em 2024, a LATAM prevê a chegada de mais aviões e um crescimento ajustado de 8% a 10% na sua operação doméstica no Brasil, na comparação com 2023. Na prática, serão adicionados no País mais de 3 milhões de assentos da companhia no ano.

Publicidade

Na operação internacional, a LATAM também liderou o mercado brasileiro em março de 2024, com participação de 24%**, segundo a ANAC. Atualmente, é a empresa aérea que mais transporta turistas ao Brasil, com voos próprios a partir de 90 aeroportos no exterior. Em novembro de 2023, vale lembrar, a LATAM e a Embratur assinaram um acordo de cooperação técnica para promover o País internacionalmente. Agora, a companhia se prepara para inaugurar a rota Brasília-Santiago, prevista para começar em 1º de junho deste ano.

LATAM CARGO TAMBÉM CRESCE EM ABRIL

Publicidade

Segundo o BI da ANAC, as cargas internacionais transportadas pela LATAM Cargo durante abril obtiveram um crescimento de 21%*** no comparativo com o mesmo período do ano passado, o que reforça a liderança da afiliada de cargas do grupo LATAM no mercado internacional de cargas no Brasil. Foram mais de 16,5 mil toneladas transportadas entre o País e o exterior contra 13,6 mil em abril de 2023.

Desde o fim do ano passado, a LATAM Cargo inaugurou três novas rotas cargueiras internacionais: Miami-São José dos Campos (2 voos semanais); Miami-Brasília (2 voos semanais) e Amsterdam-Curitiba (iniciou com 2 e agora conta com 3 voos semanais), além de ampliar de 2 para 3 a quantidade de voos semanais na rota Miami-Florianópolis. Já em abril deste ano, a companhia deu início a rota cargueira inédita entre Europa e Florianópolis, que possui dois voos semanais e facilita o transporte de cargas internacionais entre Europa e Santa Catarina.

Publicidade

Já no mercado doméstico, a operação de cargas apresenta um crescimento de 7,25% em abril na comparação com o mesmo período de 2023. Foram mais de 10,9 mil toneladas de cargas transportadas dentro do Brasil contra 10,2 mil no ano passado.

A LATAM Cargo também vem investindo em seu mercado doméstico brasileiro. Em 4 de abril deste ano, inaugurou a nova rota cargueira Guarulhos-Belém-Manaus, que duplicou a sua capacidade na capital paraense. Já em 9 de maio, foi inaugurada a operação doméstica do voo semanal cargueiro Guarulhos-Recife-Manaus, que aumentou a capacidade (medida em ATK - sigla em inglês para Tonelada-Quilômetros Oferecidos - da companhia na capital pernambucana em 62,5% na comparação com abril.

Sobre o Grupo LATAM

A LATAM Airlines S.A. e suas subsidiárias são o principal grupo aéreo da América Latina, com presença em cinco mercados domésticos da região: Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru, além de operações internacionais dentro da América Latina e para Europa, Oceania, Estados Unidos e o Caribe.

O grupo LATAM possui uma frota de aeronaves Boeing 767, 777 e 787 e Airbus A321, A320, A320neo e A319.

LATAM Cargo Chile, LATAM Cargo Colômbia e LATAM Cargo Brasil são as subsidiárias de carga do grupo LATAM, possuindo uma frota combinada de 19 aeronaves de carga. Essas subsidiárias de carga contam com acesso as aeronaves de passageiros do grupo e operam na rede do grupo LATAM, bem como em rotas internacionais exclusivas para transporte de cargas. Além disso, oferecem uma infraestrutura moderna e uma ampla variedade de serviços e opções de atendimento para atender às necessidades de seus clientes.



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.