Luiz Fara Monteiro Real Aviation cresce 30% e expande operação elétrica para mais quatro aeroportos

Real Aviation cresce 30% e expande operação elétrica para mais quatro aeroportos

Empresa ganhou destaque este ano ao realizar a primeira operação em solo 100% elétrica no Aeroporto de Confins, região metropolitana de Belo Horizonte

Real Aviation: crescimento de 30% em 2022
Real Aviation: crescimento de 30% em 2022 EGOM PR - Divulgação

Com a retomada da aviação na pós-pandemia e o forte viés de privatização dos aeroportos brasileiros, a Real Aviation, empresa especializada em serviços de ground handling, encerra o ano de 2022 com 30% de crescimento em suas operações. Com investimento de R$ 5,2 milhões em veículos elétricos, a Real Aviation desponta como líder em operação elétrica na América Latina.

Depois de implantar a primeira operação de handling 100% elétrica da América Latina no Aeroporto Internacional de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte,  em julho, a empresa adquiriu mais veículos elétricos e expandiu a operação. Mais quatro bases receberam a inovação, no Aeroporto de Vitória da Conquista (BA),  Aeroporto de São José do Rio Preto, Aeroporto de Carajás (PA) e Aeroporto de Montes Claros (MG).

Atualmente, no Aeroporto Internacional de Confins, a empresa opera com 12 equipamentos elétricos, atendendo 50% dos voos diários da Latam com a nova tecnologia, colaborando para a diminuição de emissão de carbono ao meio ambiente.

O investimento em energia limpa levou o case brasileiro da Real Aviation a ser convidada para apresentar o projeto no maior evento do setor, realizado em novembro, a Ground Handling Internacional. Para o ano que vem, a empresa projeta a ampliação da operação elétrica e trabalha com o objetivo de ser sustentável em todas as 16 bases em que atua.

“Todo esse investimento em sustentabilidade trouxe economia de 70% no gasto mensal com combustível fóssil. Portanto, é um viés que irá avançar cada vez mais nas nossas operações, alinhadas aos anseios de toda a indústria aeronáutica, que vem buscando alternativas para emitir menos CO2 no meio ambiente e, com certeza, irá dar preferência a parceiros com operações compatíveis e certificadas com boas práticas ao meio ambiente”, afirma o CEO da Real Aviation, Adriano Bruno.  

Sobre a Real Aviation

A Real Aviation Services é uma ESATA que oferece serviços de Ground Handling - abrange todos os serviços prestados em terra para apoio às aeronaves, passageiros, bagagem e carga - com sede em Belo Horizonte, no Aeroporto da Pampulha / Carlos Drummond de Andrade. Fundada há cinco anos, possui 600 funcionários e atua em 16 aeroportos no Brasil.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas