Luiz Fara Monteiro United Airlines triplicará uso de combustível sustentável de aviação em 2023

United Airlines triplicará uso de combustível sustentável de aviação em 2023

Companhia planeja usar 10 milhões de galões de combustível sustentável de aviação em 2023 -- três vezes mais que em 2022 e dez vezes mais que em 2019. E passa a abastecer aeronaves no hub de São Francisco com SAF

United adquiriu mais SAF1 e espera voar mais milhas usando esse tipo de combustível
United adquiriu mais SAF1 e espera voar mais milhas usando esse tipo de combustível United Airlines - Divulgação

A United Airlines ─ uma das maiores companhias aéreas do mundo, que opera voos regulares diretos entre o Brasil e os Estados Unidos ─ anunciou hoje que começará a usar uma mistura de combustível sustentável de aviação (“SAF”, na sigla em inglês) em voos partindo do Aeroporto Internacional de São Francisco e que planeja adotar uma mistura SAF ainda este ano no Aeroporto de Heathrow, em Londres, o que deve elevar a utilização para cerca de 10 milhões de galões em 2023 -- quase três vezes mais que 2022 e quase 10 vezes mais que 2019.

"É notável ver que, em apenas alguns anos, a United aumentou exponencialmente seu uso de SAF", disse Lauren Riley, diretora de Sustentabilidade da United. "Embora 10 milhões de galões de SAF em 2023 representem uma fração do que precisamos, também realizamos grandes investimentos em produtores que estão usando tudo, de etanol a algas e CO2, para ajudar a aumentar nosso suprimento futuro. Acreditamos que esses investimentos, juntamente com nossa colaboração contínua com formuladores de políticas, empresas de vários setores e outras companhias aéreas, nos ajudarão a escalar esse novo segmento ao ponto de alcançar sucesso comparável às fontes solar e eólica”.

Até o momento, a United investiu na produção futura de mais de cinco bilhões de galões de SAF -- mais do que qualquer companhia aérea3 -- e, como resultado do anúncio de hoje, voará mais milhas com esse combustível em 2023 do que qualquer congênere.4 A United usa misturas SAF no Aeroporto Internacional de Los Angeles desde 2016 e no Aeroporto Schiphol, em Amsterdã, desde 2022, e continuará este ano.

As entregas de SAF no Aeroporto de São Francisco começaram em abril; a United recebeu 1,5 milhão de galões para decolagens locais. O restante do suprimento será usado no Aeroporto Internacional de Los Angeles e no Aeroporto Schiphol, de Amsterdã. Espera-se que o Aeroporto de Heathrow, em Londres, comece a receber entregas de SAF no final de 2023. Assim que o combustível sustentável for entregue ali, a United passará a participar do programa de incentivo para SAF de Heathrow.

Rodada 3 da Aliança Eco-Skies

O SAF usado nos voos da United será pago, em parte, por meio da Eco-Skies AllianceSM, um programa inovador da companhia projetado para que as empresas participantes trabalhem juntas para compartilhar o "prêmio verde", ou o custo associado à compra de combustíveis com emissões mais baixas. A participação na Eco-Skies Alliance oferece a clientes corporativos a oportunidade de aumentar a transparência e viabilizar reduções verdadeiras e certificadas de emissões SAF associadas a viagens de pessoas ou mercadorias em voos da United.

A Eco-Skies Alliance foi lançada em abril de 2021 e contribuiu coletivamente para a compra de quase 15 milhões de galões de SAF. Com suas reduções de emissões de gases de efeito estufa (GEE), de até 80% em uma base de ciclo de vida em comparação com o combustível de aviação convencional, esse SAF é suficiente para reduzir, aproximadamente, 150.000 toneladas métricas de emissões de GEE, ou para transportar passageiros por quase 1 bilhão de milhas. O programa tem, hoje, 24 participantes, incluindo:

▪ Audi
▪ Bank of America
▪ Cisco
▪ Corporate Travel Management
▪ DB Schenker
▪ First Eagle Investments
▪ Macquarie Group
▪ Thermo Fisher Scientific

O SAF que a United usa hoje em São Francisco e Amsterdã é fornecido pela Neste. O Neste MY Sustainable Aviation Fuel™ é produzido a partir de resíduos 100% renováveis e matérias-primas residuais de origem sustentável, incluindo óleo de cozinha usado e resíduos de gordura animal. O uso do combustível sustentável de aviação Neste MY reduz as emissões de gases de efeito estufa em até 80%5 durante o ciclo de vida do combustível, em comparação com o uso de combustível de aviação convencional.

No futuro, o SAF poderá ser produzido a partir de outras matérias-primas, incluindo lixo doméstico, resíduos florestais, algas ou CO2 comprimido.

Governo dos EUA reconhece o valor do SAF

A Lei de Redução da Inflação dos EUA, de 2022, inclui os maiores investimentos governamentais em mudanças climáticas na história daquele país -- um novo crédito fiscal de mistura especificamente para SAF, junto com outros incentivos críticos para energia limpa e captura de carbono --, que ajudarão a estimular um aumento da infraestrutura e fornecimento de combustível sustentável de aviação, enquanto reduzem os custos para consumidores do SAF.

As Forças Armadas dos EUA utilizam quase cinco bilhões de galões de combustível de aviação anualmente e o Departamento de Defesa usará uma mistura contendo, pelo menos, 10% de SAF até 2028, devido à Lei de Autorização de Defesa Nacional, de 2023.

De acordo com o Departamento de Energia dos EUA, os vastos recursos de matéria-prima do país são suficientes para atender à demanda projetada de SAF de toda a indústria de aviação local.

Compromisso da United com emissões líquidas zero até 2050

o United Airlines Ventures -- para identificar e investir em empresas e tecnologias que possam descarbonizar as viagens aéreas. Esses investimentos estratégicos incluem captura de carbono, motores elétricos a hidrogênio, aeronaves regionais elétricas e táxis aéreos.

A United foi a primeira companhia aérea a se comprometer a atingir zero emissões líquidas de carbono até 2050, sem depender de compensações de carbono tradicionais. Além do programa Eco-Skies Alliance, a United também estabeleceu um fundo de risco -- United Airlines Ventures -- para identificar e investir em empresas e tecnologias que possam descarbonizar as viagens aéreas e, a partir disso, criou recentemente o UAV Sustainable Flight FundSM. Esses investimentos estratégicos incluem captura de carbono, motores elétricos a hidrogênio, aeronaves regionais elétricas e táxis aéreos. Este ano, a United se tornou a primeira companhia aérea dos Estados Unidos a mostrar aos clientes uma estimativa da pegada de carbono de cada voo em suas pesquisas.

Sobre a United Airlines

Na United, o bem mostra o caminho. Com hubs nos EUA em Chicago, Denver, Houston, Los Angeles, Nova York/Newark, São Francisco e Washington, D.C., a United opera a rede de rotas globais mais abrangente entre as empresas aéreas norte-americanas e é agora a maior companhia aérea do mundo, em assentos por milhas oferecidos. A United Airlines Holdings, Inc., empresa controladora da United Airlines, Inc., é negociada na Nasdaq sob o símbolo "UAL".

1 A United investiu em mais SAF do que qualquer outra companhia aérea, com base em todos os acordos de aquisição de SAF anunciados publicamente.

2 Declaração baseada na métrica de milhas por assento disponíveis (ASM), conforme determinado com base em informações publicamente disponíveis. Exclui SAF fornecido sob mandatos regulatórios.

3 Com base em acordos de compra por companhias aéreas anunciados publicamente para compras futuras de SAF.

4 Declaração baseada na métrica de milhas por assento disponíveis (ASM), conforme determinado com base em informações publicamente disponíveis. Exclui SAF fornecido sob mandatos regulatórios.

5 Quando usado na forma pura (ou seja, não misturado) e calculado com metodologias estabelecidas de avaliação do ciclo de vida (LCA), como a metodologia CORSIA.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas